Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Sbardella destaca o colectivo de Itália

O seleccionador de Itália, Enrico Sbardella, elogiou a "maturidade" da sua equipa, que garantiu o terceiro lugar, enquanto a inglesa Lois Fidler foi filosófica na derrota.

Enrico Sbardella falou ao UEFA.com
Enrico Sbardella falou ao UEFA.com ©Sportsfile

Enrico Sbardella, seleccionador de Itália 
Preparamo-nos bem para este jogo. As grandes penalidades são sempre uma lotaria, mas justificámos mais a vitória nos 80 minutos de jogo, embora tenhamos falhado um pouco frente à baliza. Jogámos bem e impusemo-nos. Ganhar é sempre emotivo, mas vencer num desempate é ainda mais.

As minhas jogadoras mostraram muita maturidade ao assumir a honra e o dever de marcar as grandes penalidades A Francesca Durante falhou a sua tentativa, mas depois compensou ao fazer duas excelentes defesas. Está a ser uma grande experiência e nunca pensei em disputar o Campeonato do Mundo. Ficámos em terceiro lugar e é um motivo para estarmos orgulhosos.

Lois Fidler, seleccionador de Inglaterra
Boa sorte e parabéns a Itália por estar no Campeonato do Mundo. Somos sempre desportistas na derrota, mas desta vez a melhor equipa saiu derrotada e a Costa Rica vai ficar a perder com a nossa ausência. As jogadoras precisam de recordar o que sentem neste momento, pois ainda têm toda a carreira pela frente. Têm de manter a cabeça erguida, sentir orgulho, reagir e continuar a lutar.

Há muito tempo que faço este trabalho e tive o privilégio de trabalhar com muitas jogadores que chegaram a internacionais seniores. Esta é a melhor equipa com que trabalhei até hoje. As atletas têm sido fantásticas, os dirigentes também, e tenho grandes expectativas para várias destas jogadoras.

Topo