O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Espanholas de novo na final

Holanda 0-3 Espanha
Amanda Sampedro, Raquel Pinel e Paloma Lazaro valeram a presença na final pelo segundo ano seguido.

Ivana Andrés, Ana Maria Catala, Iraia Perez de Heredia, Sara Mérida e Paloma Lazaro (Espanha)
Ivana Andrés, Ana Maria Catala, Iraia Perez de Heredia, Sara Mérida e Paloma Lazaro (Espanha) ©Sportsfile

A Espanha esteve imparável e garantiu, pelo segundo ano consecutivo, a presença na final do Campeonato da Europa Feminino de Sub-17.

Amanda Sampedro inaugurou o marcador, tal como tinha acontecido há um ano, quando a Espanha bateu a Noruega, por 2-0, nas meias-finais, igualmente disputadas em Nyon. Raquel Pinel aumentou a vantagem no início da segunda parte e a suplente Paloma Lazaro confirmou, nos últimos minutos, a vitória das espanholas, que no sábado defrontam a República da Irlanda na final.

As espanholas, treinadas por Jorge Vilda, dominaram claramente a primeira meia-hora de jogo. A capitã Sampedro criou sempre muito perigo com as suas investidas do meio-campo, tendo feito um belo remate que levou a bola a rasar o poste. Sara Mérida também esteve perto de inaugurar o marcador e apontou um canto que Sampedro quase desviou para a baliza.

Por isso, foi com naturalidade que Espanha se adiantou no marcador aos 32 minutos. A guarda-redes holandesa, Robbin Huisman, ainda conseguiu defender o forte disparo de Raquel Pinel, a 20 metros da baliza, mas Sampredo não teve dificuldades para marcar na recarga. A defesa da selecção "laranja" lutou muito para tentar controlar o ataque espanhol, com a capitã Kelly Zeeman em grande destaque, mas não conseguiu evitar o primeiro golo e mostrou enormes dificuldades para ameaçar a baliza adversária.

No segundo tempo, Huismann defendeu um pontapé de Heredia Iraia Perez e Alexia Putellas Segura também esteve perto do 2-0, na marcação de um livre em arco. A Holanda reagiu e criou vários contra-ataques perigosos mas, aos 52 minutos, Pinel rematou da entrada da área e fez a bola passar por entre as mãos Huisman antes de entrar na baliza contrária, apesar das tentativas desesperadas da guarda-redes para afastar o perigo.

As holandesas nunca baixaram os braços, mas o sonho caiu definitivamente por terra quando Lazaro confirmou o jogo perfeito de Espanha e estabeleceu o resultado final, já em período de compensação. As espanholas garantiram o apuramento para o Campeonato do Mundo Feminino de Sub-17, agendado para Trindade e Tobago. A Holanda, que nunca tinha perdido qualquer encontro nesta prova, apesar de nunca ter chegado tão longe, terá de vencer o jogo de atribuição do terceiro lugar, marcado para sábado, para também estar no Mundial em Setembro.