Espanha vence Suíça em final com sete golos

Espanha 5-2 Suíça
Dois autogolos e tentos de Lucía García, Carmen Menayo e Lorena Navarro ajudaram a dar à Espanha o terceiro título europeu.

Assista ao resumo da final, com a Espanha a vencer a Suíça por 5-2 na Islândia.
Assista ao resumo da final, com a Espanha a vencer a Suíça por 5-2 na Islândia.

Espanha sagra-se pela terceira vez campeã da europa feminina de Sub-17 em Reiquiavique
Finalista vencida da época passada bisa nos primeiros 13 minutos e ganha vantagem decisiva
Lucía García soma quinto golo na fase final; Carmen Menayo e Lorena Navarro também marcam
Suíça faz dois autogolos por intermédio de Géraldine Reuteler e Amira Arfaoui

A Espanha ganhou pela terceira vez o Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA depois de tento madrugador de Lucía García, autogolos de Luisa Felder e Naomi Mégroz, a que se juntaram um remate de longe de Carmen Menayo e um golo de Lorena Navarro terem dado a vitória sobre a Suíça, por 5-2, na final de sábado, em Reiquiavique.

A formação de Pedro López começou da melhor maneira a final de Valsvöllur e marcou duas vezes nos primeiros 13 minutos de jogo, por intermédio dos tentos de García e do infeliz desvio de Felder. Como tinha vindo a acontecer na prova, a Suíça, estreante na final, melhorou bastante na segunda parte, tendo chegado ao golo numa boa iniciativa de Geraldine Reutler. No entanto, esse lance ocorreu logo após outro auto-golo das suíças, desta feita envolvendo Mégroz, que deu o 3-0. Golos de Menayo e da entrada Navarro fizeram o resto dos tentos das espanholas, com Amira Arfaoui a marcar para as suíças no intermeio.

A Suíça mal tinha passado do seu meio-campo quando as duas vezes vencedoras do troféu– que disputavam a sua quinta final– inauguraram o marcador. Natalia Montilla, cruzou para García que finalizou sem problemas fazendo o seu quinto golo por terras islandesas. O conjunto orientado por Monica Di Fonzo veria a sua vida complicar-se quando um canto de Aitana Bonmati viu Lucía García subir mais alto para cabecear para golo, com a bola a entrar fruto do desvio na lateral-direita suíça, Luisa Felder.

A entrada Arfoui voltou a reduzir, depois de um canto de Naomi Mégroz, mas os 757 espectadores viram a Espanha voltar a marcar a dois minutos do final, com Menayo a levar sobre Thais Hurni e Sarah Kaufman para assistir Navarro, que encerrou a contagem.

Topo