Itália garante terceiro lugar

Itália 0-0 Inglaterra (4-3 nas grandes penalidades)
A equipa de Enrico Sbardella não falhou no desempate e garantiu o terceiro lugar e o apuramento para o Mundial de Sub-17.

A Itália comemora após as grandes penalidades
A Itália comemora após as grandes penalidades ©Sportsfile

A Itália bateu a Inglaterra por 4-3 no desempate por grandes penalidades, depois de um empate a zero, e garantiu o terceiro lugar no Campeonato da Europa Feminino de Sub-17.

As italianas, que já tinham batido as anfitriãs para garantir o primeiro lugar do grupo, dominaram quase sempre o encontro. A determinação defensiva das inglesas, conjugada com a falta de eficácia das italianas, manteve o marcador em branco até ao final. A defesa Marta Vergani converteu o castigo máximo decisivo no desempate, depois de Alice Hassall e Chloe Kelly terem falhado pela Inglaterra, e confirmou o apuramento do seu país para o Campeonato do Mundo Feminino de Sub-17, agendado para Março de 2014.

A tendência do encontro nos primeiros minutos foi muito semelhante ao embate no Grupo A. O jogo foi de sentido único, com as italianas a apostarem nos passes curtos para controlarem as operações. As anfitriãs foram ficando cada vez mais nervosas e quase sofreram o primeiro golo quando Martina Piemonte surgiu a cabecear na sequência de um pontapé de canto de Lisa Boattin, mas a guarda-redes Kirstie Levell conseguiu desviar a bola.

As duas jogadoras voltaram a combinar poucos minutos depois, com Piemonte a surgir a rematar ao segundo poste após mais uma boa assistência. A equipa de Lois Fidler conseguiu organizar-se, mas a Itália foi sempre mais ameaçadora. Manuela Giugliano, que impressionou no meio-campo ao lado de Annamaria Serturini, aqueceu as mãos de Levell com um forte remate.

A Inglaterra surgiu rejuvenescida após o intervalo, testando a concentração das "azzurrni# com uma série de cantos nos primeiros minutos. As trocas de bola das britânicas tornaram-se mais rápidas e acutilantes, mas a Itália passou com distinção no teste. Na outra área, um bom passe de Serturini deixou Gloria Marinelli isolada frente à guarda-redes, mas Levell voltou a mostrar segurança.

A extremo Serturini continuou a inspirar o ataque, subindo pela esquerda e fazendo um cruzamento que a suplente Valentina Bergamaschi ficou muito perto de emendar. Apesar de muito tentar, a equipa de Enrico Sbardella ficou em branco, mas acabou por ser recompensada no desempate.

Topo