Espanha vence Inglaterra

Inglaterra 0-3 Espanha
Com um bis de Andrea Sánchez e um golo de Pilar Garrote, a Espanha não deu hipóteses à anfitriã e chega à sua quarta final da categoria.

Espanha vence Inglaterra
Espanha vence Inglaterra ©Getty Images

A Espanha colocou um ponto final nas ambições da Inglaterra, com uma vitória por 3-0 que garantiu a sua quarta final do Campeonato da Europa Feminino Sub-17.

A equipa de Jorge Vilda, bicampeã da categoria, chegou à vantagem aos 16 minutos, por intermédio de Andrea Sánchez, e selou o triunfo na segunda parte, com golos de Pilar Garrote e Sánchez. A recompensa da Espanha é a presença na final, em Chesterfield, no domingo, frente a uma selecção alemã que bateu por 4-0 na fase de grupos. No mesmo dia, a Inglaterra de Lois Fidler regressa a este estádio para defrontar a Itália, no jogo de atribuição do terceiro lugar, bem como a qualificação para o Campeonato do Mundo Feminino Sub-17, no próximo ano.

A Espanha cedo deu a conhecer à Inglaterra as suas intenções, quando Núria Garrote rematou à barra, logo aos seis minutos, e a mesma jogadora desempenhou um papel importante no golo inaugural, efectuando o cruzamento da direita que Sánchez concluiu.

Na bancada central, a banda de apoio a Inglaterra continuou a tocar, mas em campo era a Espanha quem ditava o ritmo dos acontecimentos. Nahikari García, de cabeça, atirou ao poste, enquanto Mollie Rouse e Leah Williamson tiveram intervenções decisivas para conjurar o perigo espanhol.

No outro extremo do relvado, a Espanha não podia contar com a defesa-central Silvia Mérida, castigada, o que significou o primeiro jogo de Rocío Gálvez na fase final, mas a defesa espanhola pouco trabalho teve, com Elena De Toro a efectuar a sua primeira defesa – fácil, a remate rasteiro de Atlanta Primus – à passagem dos 30 minutos.

A etapa complementar abriu com Primus a obrigar De Toro a nova defesa, mas a ameaça espanhola limitou-se a crescer. Sánchez aguentou a pressão de Williamson e rematou ao ferro. o Segundo golo surgiu quando Williamson aliviou um canto na direcção de Pilar Garrote, que à entrada da área bateu a guarda-redes Kirstie Levell, com a bola a sofrer ainda um ligeiro desvio.

Levell saiu aos pés de Nahikari García após a pequena avançada surgir isolada e negou o golo, mas nada pôde fazer nos instantes finais, com Sánchez a facturar novamente, na marcação de um canto directo, apontando o seu quarto golo no torneio, passando a liderar a lista de melhores marcadoras juntamente com a alemã Jasmin Sehan.

Topo