Inglaterra goleia Portugal e está nas meias-finais

Portugal 1-6 InglaterraCom seis marcadoras diferentes, a equipa de Lois Fidler assegurou o segundo lugar no Grupo A e a presença nas meias-finais.

Inglaterra goleia Portugal e está nas meias-finais
©UEFA.com

A Inglaterra assegurou a presença nas meias-finais do Campeonato da Europa Feminino Sub-17, após golear Portugal por 6-1, terminando em segundo lugar no Grupo A. A equipa de Susana Cova quedou-se pela quarta posição, com apenas um ponto conquistado.

Precisando de apenas um ponto para assegurar a presença nas meias-finais, a Inglaterra não deixou nada por fazer e, com golos de Molie Rouse, Evie Clarke e Atlanta Primus, chegou ao descanso com uma vantagem confortável. Chloe Kelly e Alice Hassall dilataram o marcador depois de Leandra Pereira ter reduzido para a selecção portuguesa, e já depois de a guarda-redes Catarina Barradas ter sido expulsa, Lucy Porter fechou a contagem para a selecção anfitriã.

As locais foram céleres a encontrar o caminho da vitória em Burton, depois de um início tímido, na sexta-feira, diante da Áustria, com Primus a aquecer as mãos de Barradas num remate a 25 metros da baliza, após combinar com Jemma Purfield. A Inglaterra manteve o cenário ameaçador para Portugal, cujo fracasso para as tentar conter custou caro. Antecipando-se à defesa lusa, Rouse fez, à segunda tentativa, o golo após cruzamento de Purfield.

Serena e diligente quando em posse de bola, a equipa de Lois Fidler prosseguiu a sua investida, mas quando Kelly avançou para a baliza depois de receber de Clarke, Barradas respondeu com uma boa defesa. Logo depois, Clarke não errou de curta distância, após passe de Hassal antes de Primus, de cabeça, fazer o terceiro. A primeira parte terminou com a equipa de Susana Cova a responder em estilo, num remate soberbo, a 25 metros da baliza, de Pereira, a fazer a bola entrar no canto superior da baliza.

Seis minutos após o intervalo, o optimismo deu lugar ao desânimo com o novo golo inglês, apontado por Kelly, após Barradas ter defendido uma primeira tentativa de Clarke. Contudo, o pior para a guarda-redes portuguesa ainda estava para vir, acabando expulsa após derrubar Kelly dentro da área. Hassal não desperdiçou da marca de grande penalidade. Oito minutos volvidos, Lucy Porter arredondou o resultado, com a Inglaterra a ter agora pela frente nas meias-finais, na quinta-feira, a Espanha.

Topo