Polónia vence primeiro título europeu de Sub-17

Polónia 1-0 SuéciaUm golo apontado na primeira parte, por Ewelina Kamczyk, foi suficiente para dar o primeiro título europeu de Sub-17 às polacas, em Nyon.

A Polónia festeja o seu primeiro título
©Sportsfile

A Polónia alcançou o seu primeiro título europeu feminino de Sub-17 depois de um golo de Ewelina Kamczyk, no minuto 15 da primeira parte, se ter relevado suficiente para derrotar a Suécia.

O tento de Kamczyk deu assim à Polónia a primeira vitória numa qualquer competição da UEFA em 12 anos, altura em que os Sub-18 masculinos venceram o título europeu, coroando assim um bom desempenho na sua época de estreia numa competição cuja fase final verá o número de participantes aumentar para oito participantes, já no final deste ano.

A primeira oportunidade de golo foi das suecas, no oitavo minuto. Com o apoio vocal de parte da bancada, Stina Blackstenius entrou na grande área pelo lado direito e disparou à barra, com a guardiã polaca, Anna Okulewicz, já batida.

Seis minutos depois, no entanto, a Polónia adiantou-se no marcador. Um centro longo da direita de Dominika Dereńs é bem controlado por Kamczyk, que já na área, atirou de forma imparável para dentro da baliza sueca.

A Suécia esteve perto do empate por duas vezes, quando dois cruzamentos quase surpreenderam Okulewicz, mas seria a Polónia quem terminaria a primeira parte por cima, com a sua estrela, Ewa Pajor, a semear o pânico na área sueca. No espaço de seis minutos, a jogadora apelidada de Messi polaca dispôs de três oportunidades depois de, sucessivamente, levar a melhor sobre as defesas contrárias, mas os seus remates nunca foram com a devida pontaria.

Tamanho desperdício esteve perto de ser punido quando, no minuto 16 do segundo tempo, a Suécia acertou na barra pela segunda vez, com Filippa Angeldal a ver o seu remate de longe a ressaltar no travessão e a não entrar.

A Polónia faria o mesmo pouco depois, na sequência de um forte disparo de Patrycja Michalczyk, na marcação de um livre do lado direito da área, que seria desviado para a barra por Emma Holmgren, a heroína da vitória da Suécia nas grandes penalidades, na terça-feira. Desta feita, no entanto, Holmgren nada festejou pois a Polónia soube resistir para garantir uma vitória histórica.

Topo