Ricardinho dá o mote para o #WEUROFutsal: "Tocar o céu"

Ricardinho sabe o que significa vencer o Futsal EURO por Portugal e espera que a equipa feminina proporcione mais motivos para festejar em Gondomar.

Ricardinho e Luís Conceição, seleccionador feminino de Portugal, junto do troféu em disputa em Gondomar
©FPF

"Não existe melhor lembrança do que essa – esses dez ou 20 segundos em que levantas o troféu e vês que finalmente conseguiste tocar o céu!" Ricardinho, capitão da equipa masculina de Portugal que venceu o UEFA Futsal EURO 2018, dá às suas homólogas femininas um pequeno vislumbre do que poderá acontecer no primeiro UEFA Women's Futsal EURO, a disputar nos dias 15 e 17 de Fevereiro, em Gondomar, nos arredores do Porto.

Final do Futsal EURO 2018: Portugal 3-2 Espanha (ap)
Final do Futsal EURO 2018: Portugal 3-2 Espanha (ap)

No caso de Ricardinho aconteceu em Ljubljana, na Eslovénia, há pouco mais de um ano e o Mágico recorda-se ainda bem dos momentos únicos vividos na sequência da vitória sobre a Espanha na final, por 3-2, após prolongamento: "Olhar à volta e ver as lágrimas dos meus companheiros, as minhas também a cair, os nossos adeptos e as famílias a chorar. Foram momentos que jamais vou esquecer", disse em entrevista ao UEFA.com.

Memórias fantásticas

No entanto, as suas lembranças do Futsal EURO remontam a uns anos antes, mais precisamente a 2007 e à estreia numa fase final, realizada também no mesmo palco, o Pavilhão Multiusos de Gondomar, bem próximo da terra onde cresceu à beira do rio Douro, Valbom. "Guardo memórias fantásticas do meu primeiro Europeu, em casa, perto da família, com os meus amigos a ver e jogar pela primeira vez nos grandes palcos de elite", afirma o ala lusitano de 33 anos.

"Não conseguimos o objectivo principal, que era ser campeões, mas ter jogado a meia-final contra a campeã Espanha e o (jogo do) terceiro e quarto (lugares) com a Rússia, e ainda ter sido eleito o melhor jogador do europeu, foi fantástico."

Aquele grande golo...

Ricardinho festeja um golo no Futsal EURO 2007, em Gondomar
Ricardinho festeja um golo no Futsal EURO 2007, em Gondomar©Sportsfile

Frente à Espanha, na final, o acrobático pontapé-de-bicicleta de Ricardinho deu a Portugal uma vantagem de dois golos, mas a equipa anfitriã acabou por perder no desempate por grandes penalidades depois do empate 2-2.

"Quando nos vimos a ganhar por 2-0 foi uma loucura, principalmente depois daquele grande golo que marquei ao melhor guarda-redes do mundo, o Luis Amado", recorda o jogador do Inter e três vezes vencedor da Taça UEFA Futsal, agora UEFA Futsal Champions League. "Estávamos em êxtase, loucos, não conseguimos pensar em mais nada senão em poder jogar uma final, mas a nossa grande final era ganhar à Espanha e eles foram superiores nos detalhes."

"Gondomar vive e respira futsal"

Homem da terra, Ricardinho diz que "Gondomar vive e respira futsal" e por isso lança o repto: "Aconselho todos a irem ver os jogos ao vivo. É o primeiro grande Europeu de futsal feminino e todos devemos apoiar." E o camisola 10 lembra-se bem do pavilhão lotado e ao rubro.

"Foi absolutamente incrível, principalmente nos nossos jogos, sempre cheio, com o público a apoiar, os cachecóis no ar, as bandeiras de Portugal, tudo a cantar o hino! Foi fantástico e tenho a certeza que vai voltar a repetir-se. Desta vez não vou estar lá dentro, mas vou estar também na bancada a torcer."

Foco no colectivo

©FPF

E quais são as hipóteses de Portugal? "Adoraria que elas conquistassem o Europeu para poder sentir um pouco do que teria sido se tivéssemos vencido, na altura, o Europeu de futsal masculino em Gondomar", afirma Ricardinho.

O astro português cita o talento de jogadoras como Fifó, Ana Catarina
 e Jenny, mas acredita que qualquer sucesso ficará a dever-se mais ao colectivo. "Portugal tem uma equipa recheada por talentos, um conjunto de jogadoras que fazem uma selecção fortíssima", adianta. "Mas elas têm de se focar no grupo – uma jogadora pode ganhar um jogo, mas uma selecção ganha títulos." Fala quem sabe da matéria!

Esta entrevista está incluída no programa oficial do torneio (bilingue: inglês e português): descarregue-o agora

Topo