O "site" oficial do futebol europeu

Ana Borges fala sobre o Portugal - Inglaterra

Publicado: quinta-feira, 27 de Julho de 2017, 9.20CET
"Vai ser muito bom voltar a vê-las, uma alegria enorme", disse Ana Borges sobre reencontrar algumas das ex-companheiras do Chelsea no decisivo Portugal - Inglaterra do Grupo D do EURO Feminino.
por José Nuno Pimentel
Ana Borges fala sobre o Portugal - Inglaterra
Ana Borges na chegada ao estádio antes do primeiro jogo de Portugal num UEFA Women's EURO frente à Espanha ©Getty Images

Estatísticas da prova

PortugalInglaterra

Golos marcados3
 
11
Total de tentativas18
 
57
Remates à baliza6
 
21
Remates para fora7
 
25
Remates defendidos0
 
0
nos postes0
1
Cantos6
 
21
Foras-de-jogo3
 
20
Cartões amarelos5
 
8
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas31
 
66
Faltas sofridas32
 
45
Publicado: quinta-feira, 27 de Julho de 2017, 9.20CET

Ana Borges fala sobre o Portugal - Inglaterra

"Vai ser muito bom voltar a vê-las, uma alegria enorme", disse Ana Borges sobre reencontrar algumas das ex-companheiras do Chelsea no decisivo Portugal - Inglaterra do Grupo D do EURO Feminino.

Portugal defronta a Inglaterra na última jornada do Grupo D do UEFA Women's EURO 2017, esta quinta-feira, numa partida especial para Ana Borges, em que a antiga jogadora do Chelsea irá rever algumas ex-companheiras de balneário.

Contratada pelo Chelsea em Junho de 2014, a atacante de 27 anos – figura popular dentro e fora do relvado, e carinhosamente tratada por "Boggy" – fez parte da equipa que conseguiu um feito histórico para o clube de Londres em 2016/15, quando venceu pela primeira vez o campeonato inglês e a Taça de Inglaterra. Dessa equipa faziam também parte Carly Telford, Millie Bright, Karen Carney e Fran Kirby, agora presentes na Holanda ao serviço de Inglaterra.

"Vai ser muito bom voltar a vê-las, uma alegria enorme", afirmou ao UEFA.com Ana Borges, autora de nove golos em 94 jogos realizados por Portugal. "Vou gostar muito de defrontar as minhas antigas companheiras, até porque nunca enfrentei  a Inglaterra.

©FPF

Ana Borges com o prémio de Jogadora do Ano de 2016

Terceira classificada no último Campeonato do Mundo Feminino, a Inglaterra lidera o Grupo D com duas vitórias, por 6-0 sobre a Escócia – recorde da competição – e por 2-0 sobre a Espanha, pelo que está praticamente apurada e até pode perder diante de Portugal, desde que seja por um ou dois golos de diferença.

Por isso, Ana Borges e as restantes comandadas de Francisco Neto – estreantes no EURO Feminino – sabem que a tarefa é bastante complicada, embora matematicamente ainda seja possível ultrapassar a fase de grupos em caso de triunfo e se a Espanha perder (confira todas as permutações).

"A Inglaterra é uma potência do futebol feminino, mas vou querer ganhar - vai ser esse o foco", disse Ana Borges, eleita Jogadora do Ano na Gala Quinas de Ouro 2016, organizada pela Federação Portuguesa de Futebol, em Março de 2017. "É a primeira vez que estamos no EURO e queremos fazer boa figura. Queremos demonstrar a toda a gente o porquê de nos termos apurado".

Cedida pelo Chelsea em Janeiro e contratada em definitivo pelo Sporting no início deste mês, Ana Borges terminou a época 2016/17 em alta ao conseguir nova "dobradinha", agora pelos "leões", e falou também do regresso oportuno ao país de origem. "Imaginava um dia voltar a Portugal, só não pensava que fosse tão cedo", revelou Ana Borges, que em 17 jogos com o emblema verde-e-branco registou 17 vitórias (13 no campeonato e quatro na Taça de Portugal).

"Não estou arrependida, de todo, até porque o campeonato português está a mudar e para melhor. Mas jogar no Chelsea é outra dimensão, pois a competitividade é de outro nível e em termos de assistências nos jogos é bem superior ao que se passa em Portugal."

Última actualização: 27-07-17 15.40CET

https://pt.uefa.com/womenseuro/season=2017/matches/round=2000623/match=2020916/prematch/preview/index.html#antevisao+portugal+inglaterra