O "site" oficial do futebol europeu

Futebol feminino na UEFA

Publicado: Sábado, 1 de Junho de 2013, 17.45CET
 

Fotografias

  • Lieke Martens (Netherlands)
  • Vivianne Miedema (Netherlands)
  • Sherida Spitse (Netherlands)
  • Desiree van Lunteren (Netherlands)
Publicado: Sábado, 1 de Junho de 2013, 17.45CET

Futebol feminino na UEFA

Selecções principais

• A UEFA iniciou o seu envolvimento no futebol feminino em 1971, quando foi votada uma moção que desafiava as federações nacionais a assumirem a tutela da variante feminina nos respectivos países.

• O primeiro jogo oficial de uma competição feminina organizada pela UEFA realizou-se a 18 de Agosto de 1982, em Vammala, onde a Finlândia foi goleada, por 6-0, pela Suécia, no jogo de abertura da fase de apuramento da Competição Europeia de Representações Femininas. A Suécia venceu a prova realizada 1984.

• Em 1991, a competição foi relançada pela UEFA como Campeonato da Europa Feminino.

• Em 1984, a final foi disputada a duas mãos. Entre 1987 e 1993, houve uma fase final envolvendo quatro equipas e jogos a eliminar. Em 1995, realizou-se uma final num só encontro. Em 1997, 2001 e 2005, a fase final foi disputada a cada quatro anos com oito equipas, tendo sido alargada para 12 na edição de 2009. A fase final de 2017 vai contar com 16 selecções.

• De 16 selecções em 1984, a edição deste ano na Finlândia iniciou-se com 45 participantes.

Selecções jovens

• O Campeonato da Europa de Sub-18 de Futebol Feminino foi lançado em 1997/98 e, desde então, tem decorrido anualmente, tendo, no entanto, alternado, em 2001/02, com o certame de Sub-19. A Alemanha venceu a prova por seis vezes (2000, 2001, 2002, 2006, 2007 e 2011). Os restantes campeões foram a Dinamarca (1998), Suécia (1999 e 2012), França (2003 e 2010), Espanha (2004), Rússia (2005), Itália (2008) e Inglaterra (2009).

• A fase final do Campeonato da Europa de Sub-19 de 2012/13 disputa-se no País de Gales de 19 a 31 de Agosto. Dinamarca, Inglaterra e França vai fazer companhia às anfitriãs no Grupo A, enquanto no Grupo B ficaram a campeã Suécia, Alemanha, Finlândia e Noruega.

• Em 2007/08, decorreu o primeiro Campeonato da Europa Feminino de Sub-17. As primeiras seis edições tiveram fases finais, com quatro equipas, decorrido em Nyon, cidade suíça que acolhe a sede da UEFA. A Alemanha conquistou três títulos (2008, 2009, 2012), a Espanha dois (2010, 2011) e a Polónia/Suécia a vencer este ano.

• A partir da fase final do Europeu de 2013/14 a prova vai ser disputada por oito selecções, com o anfitrião da prova a ser pré-designado. Inglaterra vai acolher a primeira fase final com este formato, entre 28 de Novembro e 8 de Dezembro deste ano, com o regresso ao calendário de Verão para as edições de 2014 (Islândia) e 2015 (Bielorrússia).

Competições europeias de clubes

• Na reunião que decorreu a 23 de Maio de 2000, em Paris, o Comité Executivo da UEFA aprovou a proposta de introdução de uma competição feminina de clubes. Foi assim que surgiu a Taça UEFA Feminina, destinada aos campeões das diversas ligas europeias.

• Para a edição de 2009/10, a prova foi rebaptizada de UEFA Women’s Champions League e contará também com a participação das segundas classificadas dos campeonatos dos oito países melhor classificados no “ranking”.

• Na primeira final, realizada a 23 de Maio de 2002, no no Waldstadion, o 1. FFC Frankfurt bateu o Umeå IK, por 2-0, com dois golos de Steffi Jones.

• O conjunto de Frankfurt triunfaria ainda nas edições de 2006 e 2008. O Umeå conquistou o troféu em 2003 e 2004, tendo também perdido as finais de 2007 e 2008. Uma segunda equipa alemã, o 1. FFC Turbine Potsdam, venceu a prova em 2005. Em 2007, foi a vez do Arsenal LFC.

• Na época passada, a final foi disputada por dois estreantes, em que outro clube alemão, o FCR 2001 Duisburg, derrotou as russas do Zvezda-2005, imitando assim o feito do Frankfurt e Potsdam, que também venceram nas respectivas campanhas de estreia na prova. O Duisburgo ganhou a primeira mão da final, na Rússia, por 6-0, tendo empatado (1-1) na segunda mão, perante um recorde de 28.112 pessoas, na MSV Arena.

• Em 2009/10 a prova tornou-se na UEFA Women's Champions League, com o título a ser disputado na mesma cidade da final da UEFA Champions League, embora na antevéspera da decisão masculina.

• Os vencedores até agora foram 1. FFC Turbine Potsdam (2010 no estádio do Getafe CF), Olympique Lyonnais (2011 no estádio do Fulham FC, 2012 no Olympiastadion de Munique) e VfL Wolfsburg (2013 no estádio do Chelsea FC).

Programa de desenvolvimento do futebol feminino (WFDP)
• Na sua reunião em Praga, em Dezembro de 2010, o Comité Executivo da UEFA notou o enorme crescimento da modalidade na vertente feminina, tanto em termos de jogadoras registadas como de participação. Concordou apoiar o programa de desenvolvimento até 2016, através do programa de assistência HatTrick, da UEFA, em nome das 53 federações-membros da UEFA.

• O WDFP visa a expansão, a todos os níveis, da variante feminina por toda a Europa. A liderança, experiência e especialização, conselhos e os meios que acompanham o projecto, visam dar à UEFA e às federações nacionais a oportunidade de colocar em prática as suas visões ambiciosas, assim como permitir às federações nacionais evoluírem de acordo com as respectivas necessidades.

• Adicionalmente, Steffi Jones, a maior figura do futebol feminino alemão, foi nomeada embaixadora do WFDP da UEFA. Neste cargo recentemente criado, Jones trabalhará de perto com a tutela do futebol europeu para melhor estabelecer o futebol feminino pelo continente.

• A UEFA estabeleceu uma lista de valores que se aplicam à sua visão geral da variante feminina. A UEFA compromete-se a liderar o desenvolvimento de todos os aspectos do futebol feminino como uma prioridade e fará o que for possível para agir como figura modelar através da realização de acções concretas e ao trazer mulheres para cargos tutelares.

• A presidente do Comité de Futebol Feminino da UEFA, Karen Espelund, tornou-se membro do Comité Executivo da UEFA na Primavera de 2012.

Última actualização: 28-06-13 17.37CET

http://pt.uefa.com/womenseuro/news/newsid=872554.html#futebol+feminino+uefa