Orgulho e honra na hora da despedida de Portugal

Apesar de Portugal ter ficado pelo caminho, Francisco Neto não poupou elogios à atitude das suas jogadoras, enquanto o homólogo Mark Sampson vê o moral inglês ser reforçado graças às estatísticas.

Francisco Neto falou do imenso orgulho que sente pelo desempenho das suas jogadoras
Francisco Neto falou do imenso orgulho que sente pelo desempenho das suas jogadoras ©Sportsfile

Após ficar a um golo de um apuramento inédito, Francisco Neto não poupou elogios à atitude das suas jogadoras, enquanto o seu homólogo, Mark Sampson, vê o moral inglês ser reforçado graças às estatísticas da sua equipa.

Francisco Neto, seleccionador de Portugal
"Não posso dizer que estou desapontado com as raparigas, elas foram fantásticas. O desempenho foi perfeito. O que tínhamos planeado para o jogo foi esta situação, e cumprimos. Recordo a todos que éramos a equipa com o "ranking" mais baixo e vi a Inglaterra a ter dificuldades connosco. Não estou satisfeito com o resultado, mas estou muito contente com as minhas jogadoras. A Inglaterra é uma das melhores equipas do Mundo, mas hoje Portugal merecia pelo menos um empate.

Acredito que o povo português está orgulhoso desta equipa, e deu para ver o quanto estas jogadoras evoluíram nos últimos meses. Regressamos a casa de cabeça erguida, após termos representado o nosso país de forma honrosa. O futebol português está a crescer e a federação tem dado um grande apoio. Um agradecimento especial às jogadoras que ficaram no banco de suplentes, pois também desempenharam um papel, mostrando sempre o seu apoio à equipa e provando que somos um conjunto unido".

Carolina Mendes, avançada de Portugal
"Penso que deixamos a prova orgulhosas, pela forma como nos comportámos. Mostrámos que merecemos estar aqui e que o apuramento não foi uma questão de sorte. Sabíamos que esta equipa tinha qualidade e ignorámos os cépticos, sabendo que era possível chegar à fase a eliminar. Ficámos perto de o conseguir, mas vamos esquecer esta desilusão e trabalhar para continuar a evoluir".

Mark Sampson, seleccionador da Inglaterra
"Vencemos um grupo graças a três vitórias sobre três equipas difíceis. Conseguir isto é um feito incrível, com dez golos marcados e apenas um sofrido. Ninguém se aproxima sequer destes números. Estou orgulhoso deste grupo de jogadoras, estamos na posição em que queríamos estar, estamos confiantes e a ganhar ímpeto".

Toni Duggan, avançada de Inglaterra
"Qualquer equipa que se defronte numa fase a eliminar é complicada, mas estamos a atravessar um momento de forma fantástico. Concordo que vai ser difícil, mas se existe uma boa altura para defrontar a França, esse momento é agora".

Topo