Finalistas do EURO Feminino: Pote 1

França e Inglaterra fazem companhia à anfitriã Holanda e à campeã Alemanha no Pote 1 do sorteio de terça-feira: traçamos o perfil dos participantes principais.

©KNVB

França e Inglaterra fazem companhia à anfitriã Holanda e à campeã Alemanha no Pote 1 do sorteio de terça-feira do UEFA Women's EURO 2017: traçamos o perfil dos quatro participantes principais.

  • Composição dos potes (sorteio transmitido em directo de Roterdão às 16h30 de Portugal Continental)

Pote 1: Holanda (anfitriã, colocada no Grupo A), Alemanha (campeã), França, Inglaterra
Pote 2: Noruega, Suécia, Espanha, Suíça
Pote 3: Itália, Islândia, Escócia, Dinamarca

©KNVB

Holanda (anfitriã)
2013
: Fase de grupos
Melhor presença em fases finais do EURO: Meias-finais (2009)
Como se qualificou: automaticamente como anfitriã
Seleccionador: Arjan van der Laan
Jogadora a seguir: Vivianne Miedema (atacante, Bayern Munique)

O que esperar: Depois de se ter destacado com uma equipa muito sólida defensivamente e atingido as meias-finais na estreia sob o comando de Vera Pauw, a Holanda adoptou um estilo mais tradicional com Roger Reijners e, no último ano, com Van der Laan. Com o último no comando, conseguiu a primeira presença na fase final de um Campeonato do Mundo em 2015, tendo sido batida tangencialmente nos oitavos-de-final pelo Japão, que viria a ser finalista.

As holandesas não tiveram de disputar a qualificação, pelo que realizaram 11 jogos particulares em 2016, tendo vencido por 7-0 na Escócia e perdido por 4-2 na Alemanha em Outubro. Para este mês estão marcados encontros com Bélgica e Inglaterra.

©Getty Images

Alemanha (campeã)
2013
: Campeã
Melhor presença em fases finais do EURO: Vencedora (1989, 1991, 1995, 1997, 2001, 2005, 2009, 2013)
Como se qualificou: Vencedora do Grupo 5, V8 E0 D0 GM35 GS0 P24
Seleccionadora: Steffi Jones
Jogadora a seguir: Anja Mittag (atacante, Wolfsburg)

O que esperar: As alemãs reinam na Europa há mais de duas décadas, um período ao longo do qual tiveram quatro seleccionadores: o falecido Gero Bisanz passou o testemunho a Tina Theune, que foi substituída por Silvia Neid, que deixou o cargo a Jones depois de dar o primeiro ouro olímpico ao seu país, em Agosto deste ano, no Brasil.

©Getty Images

França
2013
: Quartos-de-final
Melhor presença em fases finais do EURO: Quartos-de-final (2009, 2013)
Como se qualificou: Vencedora do Grupo 3, V8 E0 D0 GM27 GS0 P24
Seleccionador: Olivier Echouafni
Jogadora a seguir: Camille Abily (médio, Lyon)

O que esperar: Em termos de talento puro, a França poderá ser considerada o país dominante na Europa nos últimos anos, mas parece sofrer de uma maldição nos quartos-de-final, em Mundiais, mas também nos últimos dois EUROS. A supremacia do Lyon na UEFA Women's Champions League, com uma equipa que é quase a mesma da selecção, só vem confirmar esta teoria.

©Getty Images

Inglaterra
2013
: Fase de grupos
Melhor presença em fases finais do EURO: Finalista vencida (1984. 2009)
Como se qualificou: Vencedora do Grupo 7, V7 E1 D0 GM32 GS1 P22
Seleccionador: Mark Sampson
Jogadora a seguir: Steph Houghton (defesa, Manchester City)

O que esperar: Hope Powell conseguiu, com um trabalho de vários anos, transformar a Inglaterra numa séria candidata, mas a desilusão de 2013 motivou a sua saída e a entrada de Mark Sampson. O jovem galês conseguiu um surpreendente terceiro lugar no Campeonato do Mundo de 2015, ao levar a melhor sobre a Alemanha no jogo de atribuição da medalha de bronze, naquela que terá sido a melhor exibição se sempre de Inglaterra. O crescente profissionalismo da Liga permite que Sampson tenha um leque de escolhas muito mais alargado que os seus antecessores.

Topo