Finjord rende Pellerud na selecção da Noruega

Even Pellerud demitiu-se do cargo de seleccionador da Noruega e foi rendido pelo seu adjunto, Roger Finjord, a tempo da qualificação para o EURO Feminino e os Jogos Olímpicos.

Even Pellerud (à esquerda) e Roger Finjord no Campeonato do Mundo feminino
Even Pellerud (à esquerda) e Roger Finjord no Campeonato do Mundo feminino ©Getty Images

Even Pellerud demitiu-se do cargo de seleccionador da Noruega e foi substituído pelo seu adjunto, Roger Finjord.

Pellerud, de 62 anos, que regressara em 2012 para assumir pela segunda vez o cargo de seleccionador da Noruega, havia anteriormente, entre 1989 e 1996, conduzindo a equipa ao UEFA Women's EURO de 1993 e à vitória no Campeonato do Mundo de 1995. Todavia, optou por não prosseguir em funções, abrindo a porta para que o seu adjunto, Roger Finjord, de 42 anos, assumisse o cargo quando está prestes a iniciar-se a fase de apuramento para o UEFA Women's EURO de 2017 e para os Jogos Olímpicos 2016.

“Penso que as possibilidades de apuramento para os Jogos Olímpicos são maiores não sendo eu o seleccionador”, disse Pellerud que orientou as selecções do Canadá e da Trinidad e Tobago entre as duas passagens pela Noruega. “A equipa terá de crescer um pouco para poder apurar-se. Já não tenho a energia necessária para implementar as necessárias linhas orientadoras adicionais. Por isso, é apropriado confiar essa tarefa a outra pessoa.”

Finjord, que levou o Stabæk ao título feminino na Noruega em 2010, integrou a equipa técnica da selecção em 2012. Herda uma equipa que, depois de ter sido eliminada nos oitavos-de-final do Campeonato do Mundo Feminino, viajará para a Holanda para um mini-torneio, entre 2 e 9 de Março, contra o país anfitrião, a Suécia e a Suíça para decidir a terceira vaga olímpica dos Jogos Olímpicos. Contudo, antes disso, a Noruega, vice-campeã do UEFA Women's EURO 2013 viajará até ao Cazaquistão para iniciar, no dia 22 de Setembro, a qualificação para 2017, juntamente com a Áustria, Israel, e País de Gales, todos do Grupo 8.

“Estou muito orgulhoso por poder orientar esta selecção”, disse Finjord. “O objectivo é a qualificação para os Jogos Olímpicos e, esperamos, poder competir por uma medalha.”

Topo