O "site" oficial do futebol europeu

Hjelmseth e Christensen rejubilam com o triunfo

Publicado: Sexta-feira, 26 de Julho de 2013, 0.45CET
"É simplesmente fantástico", disse a guarda-redes norueguesa Ingrid Hjelmseth, decisiva no desempate por penalties, momento do jogo ao qual a colega Marit Fiane Christensen "não teve coragem de assistir".
de Nya Parken
Hjelmseth e Christensen rejubilam com o triunfo
A Noruega festeja a vitória ©AFP/Getty Images
 

Fotografias

  • Lieke Martens (Netherlands)
  • Vivianne Miedema (Netherlands)
  • Sherida Spitse (Netherlands)
  • Desiree van Lunteren (Netherlands)
Publicado: Sexta-feira, 26 de Julho de 2013, 0.45CET

Hjelmseth e Christensen rejubilam com o triunfo

"É simplesmente fantástico", disse a guarda-redes norueguesa Ingrid Hjelmseth, decisiva no desempate por penalties, momento do jogo ao qual a colega Marit Fiane Christensen "não teve coragem de assistir".

Ingrid Hjelmseth defendeu os dois primeiros penalties da Dinamarca, no desempate que valeu à Noruega o apuramento para a final, e admitiu que foi um "sentimento surreal". Marit Fiane Christensen, que marcou o golo norueguês no tempo regulamentar, disse ao UEFA.com: "Não tive coragem de ver o desempate."

Ingrid Hjelmseth, guarda-redes da Noruega
Faltam-me as palavras para descrever este momento. É simplesmente fantástico. Como guarda-redes, e devido à lotaria que são os penalties, não há muito a fazer, mas podemos ser heróis. Estudámos a forma de marcar do adversário no jogo anterior e arriscámos que voltaria a fazer o mesmo. Concordámos em tentar afectá-las um pouco psicologicamente, algo que deu resultado.

Defender os dois primeiros penalties foi um sentimento surreal – uma sensação fantástica, bem como ver as minhas colegas a correrem na minha direcção após o apito final.

No prolongamento, a nossa atenção centrou-se em não dar hipóteses ao adversário para criar perigo. Estou muito satisfeita por termos conseguido manter a calma para triunfar nos penalties.

Marit Fiane Christensen, autora do golo da Noruega
É fantástico. Fiquei muito aliviada e comecei imediatamente a chorar. Senti-me muito feliz, já que estava bastante nervosa durante o desempate. É uma sensação incrível, após termos trabalhado tanto no prolongamento.

É prova de força recuperar do golo sofrido à beira do fim. O jogo correu como eu estava à espera. Marcámos cedo, apostámos no contra-ataque mas não conseguimos marcar o segundo. Foi uma pena não termos ganho no tempo regulamentar, mas mostrámos a nossa força e triunfámos nos penalties, apesar de me ter faltado a coragem para assistir.

Estou contente com a minha exibição e a da equipa – jogámos todas bem.

Última actualização: 04-09-13 20.13CET

Informação relacionada

Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/womenseuro/news/newsid=1976467.html#hjelmseth+christensen+rejubilam+triunfo