O "site" oficial do futebol europeu

Smith acredita numa Inglaterra ainda melhor

Publicado: Sexta-feira, 5 de Julho de 2013, 12.56CET
À conversa com o UEFA.com, Kelly Smith fala do que significa para si estar novamente num grande torneio e garante que a Inglaterra está pronta para voltar a atingir uma final de um UEFA Women's EURO e, desta feita, vencer.
por Paul Saffer
Smith acredita numa Inglaterra ainda melhor
Kelly Smith fala ao UEFA.com ©UEFA.com
 

Fotografias

  • Lieke Martens (Netherlands)
  • Vivianne Miedema (Netherlands)
  • Sherida Spitse (Netherlands)
  • Desiree van Lunteren (Netherlands)
Publicado: Sexta-feira, 5 de Julho de 2013, 12.56CET

Smith acredita numa Inglaterra ainda melhor

À conversa com o UEFA.com, Kelly Smith fala do que significa para si estar novamente num grande torneio e garante que a Inglaterra está pronta para voltar a atingir uma final de um UEFA Women's EURO e, desta feita, vencer.

Uma vez mais, Kelly Smith chega a um grande torneio depois de ter falhado grande parte da temporada de clubes devido a lesão, mas, dado o seu talento, tal não a impedirá certamente de ser uma das estrelas da Inglaterra na tentativa de fazer ainda melhor do que há quatro anos e, assim, conquistar o UEFA Women's EURO 2013. A atacante do Arsenal LFC, entre as convocadas da sua selecção apesar de não jogar desde Março, falou com o UEFA.com sobre as suas expectativas para a prova.

UEFA.com: Esta vai ser a sua sétima presença numa grande competição. O que significa para si ter oportunidade de jogar com tanta frequência em eventos como os Campeonatos da Europa, do Mundo ou os Jogos Olímpicos?

Kelly Smith: É fantástico! É com isto que sonhamos quando somos crianças; é o ponto mais alto que se pode atingir. E desta vez não vai ser diferente. Vou estar na Suécia para disputar um grande torneio; é, por assim dizer, para estes momentos que vivemos Espero, agora, ter a oportunidade de jogar

UEFA.com: O que pensa do grupo que saiu em sorte à Inglaterra?

Smith: Estamos num grupo muito complicado, com a França, a Rússia e a Espanha. Acho que nunca conseguimos vencer a França, embora tenhamos estado perto de o fazer algumas vezes, pelo que espero que desta feita levemos, enfim, a melhor. A Espanha é uma equipa muito forte táctica e tecnicamente, com várias jogadoras que se começam agora a afirmar no plano internacional. E, por fim, a Rússia melhorou muito desde que a batemos por 3-2 em 2009. Não vai ser fácil, mas espero que consigamos seguir em frente.

UEFA.com: Há quatro anos, na Finlândia, a Inglaterra conseguiram chegar à final; será que a Inglaterra pode fazer igual ou ainda melhor este ano, na Suécia?

Smith: Sim, esperamos que sim. Ficámos deliciadas por termos atingido a final em 2009 e, depois, algo desiludidas por não termos conseguido vencer. Agora queremos dar o passo que faltou: chegar à final e vencer. E acredito que temos equipa para o conseguir. Contamos com a experiência de várias jogadoras que sabem bem o que é estar nestas grandes competições, temos um bom conjunto de jogadoras e, com a mentalidade certa e, claro, um pouco de sorte, podemos chegar bem longe.

UEFA.com: Quer recordações tem de 2009? Sonhava que podiam chegar à final antes do arranque do torneio?

Smith: Estávamos confiantes e ficámos muito felizes por atingir a final. E, até cerca dos 60 minutos de jogo estivemos na luta, mas a maior experiência da Alemanha acabou por ditar o desfecho do encontro. Penso que, desta feita, estaremos à altura se voltarmos a estar na final: adquirimos mais experiência a este nível e contamos com jogadoras ainda melhor.

Última actualização: 08-07-13 10.53CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/womenseuro/news/newsid=1969200.html#smith+acredita+numa+inglaterra+ainda+melhor