O "site" oficial do futebol europeu

Knudsen aposta no crescimento da Dinamarca

Publicado: Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013, 9.20CET
A defesa Mariann Knudsen acredita que uma Dinamarca forte terá todo o apoio em Gotemburgo, a 10 de Julho, data do início do Campeonato da Europa feminino, onde defrontará a anfitriã Suécia.
por Paul Saffer
Knudsen aposta no crescimento da Dinamarca
Mariann Knudsen (à direita) com a companheira de clube e selecção, Pernille Harder ©Sportsfile
Publicado: Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013, 9.20CET

Knudsen aposta no crescimento da Dinamarca

A defesa Mariann Knudsen acredita que uma Dinamarca forte terá todo o apoio em Gotemburgo, a 10 de Julho, data do início do Campeonato da Europa feminino, onde defrontará a anfitriã Suécia.

As duas últimas presenças da Dinamarca em Campeonatos Europeus femininos poderão ter acabado mais cedo que o esperado, mas a defesa Mariann Knudsen espera chegar mais longe na próxima edição, que decorrerá na Suécia.

A jogadora de 28 anos fez parte da selecção que esteve no UEFA Women's EURO 2005, em Inglaterra, que não passou da fase de grupos, depois de uma surpreendente derrota ante a estreante Finlândia, partida que Knudsen falhou. Depois de ajudar a Dinamarca a apurar-se, em 2009, uma doença deixou-a fora da fase final que, uma vez mais, terminaria cedo, muito por culpa de uma derrota por 2-1 ante a Holanda, outra estreante.

Essa prova começou com uma derrota por 1-0 com a equipa da casa, a Finlândia. Vai ser assim, de novo, que a Dinamarca vai começar o UEFA Women's EURO 2013, mas desta feita frente à Suécia, que a receberá em Gotemburgo, a 10 de Julho. "Vai ser uma boa oportunidade para os adeptos dinamarqueses aparecerem para apoiar", disse Knudsen ao UEFA.com. "São apenas três horas de barco e penso que poderá ser uma vantagem para nós."

Olhando para 2009, quando poucos esperavam que a Dinamarca não atingisse os quartos-de-final, Knudsen afirmou: "Na última vez eu estava doente na altura de partirmos e por isso não fui, mas a equipa ficou triste com o que aconteceu porque tínhamos uma boa selecção e deveríamos ter feito mais do que fizemos."

"Espero que este ano estejamos mais bem preparadas. Temos algumas jovens jogadoras que surgiram e penso que temos uma selecção que mistura experiência com juventude. Se jogarmos o nosso melhor teremos possibilidades. Podemos bater qualquer um, caso estejamos em dia sim. No entanto, se as 11 jogadoras não derem o máximo, vai ser mais difícil."

Das 11 equipas que se apuraram em 2009 e 2013, seis delas mudaram de treinador. O da Dinamarca, Kenneth Heiner-Møller, por seu lado, chegará a Julho com sete anos de comando da equipa. "Penso que tem sido divertido", disse Knudsen. "Todos sabemos como deveremos jogar e todos sabemos o nosso papel em campo. Vejo isso como uma vantagem."

Última actualização: 24-01-13 11.30CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/womenseuro/news/newsid=1913619.html#knudsen+aposta+crescimento+dinamarca