O "site" oficial do futebol europeu

Grings deixa selecção da Alemanha

Publicado: Segunda-feira, 30 de Julho de 2012, 12.47CET
A avançada da Alemanha, Inka Grings, melhor marcadora do UEFA Women's EURO 2005 e UEFA Women's EURO 2009, retirou-se do cenário internacional, com 64 golos em 96 partidas.
Grings deixa selecção da Alemanha
Inka Grings ajudou a Alemanha a sagrar-se duas vezes campeã da Europa e a conquistar o bronze olímpico ©Getty Images
Publicado: Segunda-feira, 30 de Julho de 2012, 12.47CET

Grings deixa selecção da Alemanha

A avançada da Alemanha, Inka Grings, melhor marcadora do UEFA Women's EURO 2005 e UEFA Women's EURO 2009, retirou-se do cenário internacional, com 64 golos em 96 partidas.

A avançada alemã Inka Grings, melhor marcadora do UEFA Women's EURO 2005 e UEFA Women's EURO 2009, retirou-se da sua selecção- depois de mais uma bem-sucedida fase de apuramento para a edição de 2013 da prova.

Grings, de 33 anos, perdeu, devido a lesão, grande parte da qualificação e, depois de a Alemanha ter assegurado a vitória no Grupo 2 e um lugar na próxima fase final da competição, a disputar no próximo Verão, na Suécia, a avançada do FC Zürich decidiu abandonar a sua selecção, após 64 golos em 96 partidas. Para além de ter ajudado a Alemanha a vencer os dois últimos europeus, disputou também os Campeonatos do Mundo de 1999 e 2011, arrecadando a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 2000.

"Senti que esta era a altura certa", disse Grings, vencedora da UEFA Women's Cup em 2009 e várias vezes melhor marcadora da Frauen Bundesliga pelo FCR 2001 Duisburg. "Depois do Mundial, concordei com a [treinadora] Silvia Neid ajudar na fase de qualificação para o EURO 2013. Depois veríamos a situação."

"A minha lesão significou que não pude ajudar como queria, mas as jovens jogadoras apareceram e cumpriram muito bem. É por isso que saio aliviada. Foi sempre um sonho e um objectivo para mim jogar pela selecção nacional. Olhando para trás, tudo isto me deixa orgulhosa e feliz. Foi uma época maravilhosa."

Neid acrescentou: "Com a Inka Grings perdemos uma jogadora carismática. Ela foi uma jogadora fundamental e uma líder, muito respeitada entre a equipa. Para as jovens, em particular, ela era muito procurada por elas e talentos como a Alex Popp olham-na como uma mentora. A razão é que ela tem uma perspectiva muito profissional do seu desporto, razão pela qual, como treinadora, também gostei muito de trabalhar com ela."

Última actualização: 30-07-12 15.54CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/womenseuro/news/newsid=1843894.html#grings+deixa+seleccao+alemanha