O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Women's EURO 2022: Factos, estatísticas e jogadoras e ter em conta no Suécia- Portugal

A Suécia somou uma vitória clara sobre Portugal em Fevereiro e está em melhor posição para seguir em frente à entrada para a derradeira jornada do Grupo C.

Stina Blackstenius marcou o quarto golo da Suécia frente a Portugal em Fevereiro
Stina Blackstenius marcou o quarto golo da Suécia frente a Portugal em Fevereiro AFP via Getty Images

Suécia-Portugal: Frente-a-frente

  • Suécia e Portugal completam as suas campanhas no Grupo C do UEFA Women's EURO na Leigh Sports Village, medindo forças pela segunda vez em 2022.
  • As duas selecções tiveram sortes diferentes na segunda jornada, depois de ambas terem empatado no jogo de abertura do grupo. A Suécia conseguiu o seu ponto na ronda inaugural frente aos Países Baixos, em Bramall Lane, vencendo depois por 2-1 a Suíça no mesmo local.
  • Portugal começou por estar a perder por 2-0 com a Suíça, conseguindo recuperar e empatar 2-2 na primeira jornada; na segunda jornada, frente aos Países Baixos, voltou a estar a perder por 2-0 e a recuperar para 2-2, mas viu o adversário voltar a marcar e vencer por 3-2.
  • A Suécia apura-se se não perder. Se no outro jogo desta terceira jornada os Países Baixos fizer um resultado idêntico ao da Suécia que não uma derrota, as duas selecções terminarão empatadas no primeiro lugar e este será decidido pela diferença de golos, depois pelos golos marcados, depois pelo ranking disciplinar na prova e, por fim, pelo coeficiente das duas selecções.
  • Portugal apura-se se vencer e os Países Baixos não perderem com a Suíça, já que Portugal terminaria à frente da Suécia graças ao confronto direto. Se a Suíça e Portugal vencerem, todas as selecções terminarão com os mesmos pontos e o grupo será decidido com um desempate entre as quatro com base, primeiro, no saldo de golos, depois nos golos marcados, depois no ranking disciplinar e, por fim, no coeficiente de cada selecção.
  • Os dois países defrontam-se pela segunda vez em pouco menos de cinco meses, com a Suécia a ter vencido por 4-0 num amigável no Algarve, a 20 de Fevereiro, graças a quatro golos na segunda parte. Hanna Glas, Amanda Ilestedt, Kosovare Asllani e Stina Blackstenius marcaram, num jogo a contar para a Algarve Cup, que as suecas venceriam três dias depois, ao baterem nos penáltis a Itália.
  • Foi a segunda vitória consecutiva da Suécia sobre Portugal. A anterior tinha sido por 2-0 no mesmo torneio, em março de 2020, com Sofia Jakobsson e Fridolina Rolfö a marcarem, uma em cada parte.
  • Portugal venceu por 2-1 quando as equipas se defrontaram na mesma competição amigável um ano antes, apesar de ter estado a perder, com a Suécia reduzida a dez jogadoras por a expulsão de Julia Zigiotti Olme pouco antes do intervalo. Diana Silva (71) e Cláudia Neto (90) viraram o jogo, depois de Nathalie Björn ter marcado aos 68 minutos para a Suécia.
  • A Suécia venceu sete dos últimos oito jogos contra Portugal, com exceção dessa derrota por 2-1 em março de 2019.
  • Este é o primeiro encontro entre as duas selecções em grandes torneios, o terceiro em jogos oficiais
  • Os dois únicos anteriores jogos "a contar" entre as duas selecções ocorreram na campanha de qualificação para o Mundial Feminino de 2007. A Suécia saiu vitoriosa em ambos os encontros, acabando por triunfar no grupo, vencendo por 4-1 em Setúbal em Novembro de 2005, antes de vencer por 5-1 em Trelleborg, seis meses depois.
  • Portugal venceu a Suécia apenas duas vezes. Para além da vitória em março de 2019, venceu também, por 2-0, um amigável em Lisboa em Abril de 1997.
  • A Suécia está pela 11ª vez numa fase final do Women's EURO, menos apenas do que a Itália e a Noruega (ambas com 12). Chegou aos quartos-de-final ou melhor em todas as ocasiões anteriores, alternando entre ser afastada eliminados nas meias-finais ou nos quartos-de-final desde a sua última presença numa final, em 2001, quando perdeu no prolongamento com a anfitriã Alemanha.
  • A Suécia sagrou-se campeã europeia na edição inaugural, em 1984. Orientada por Ulf Lyfors, ergueu o troféu em solo inglês com uma vitória por 4-3 nos penáltis sobre a equipa da casa, em Luton, após um empate 1-1 no conjunto das duas mãos (1-0 c, 0- 1f).
  • Portugal está a disputar a sua segunda fase final de um Women's EURO, após a eliminação na fase de grupos em 2017. A única vitória da Selecção em fases finais foi por 2-1 sobre a Escócia, na segunda jornada, em Roterdão; a equipa de Francisco Neto acabou por ser eliminada devido à desvantagem no confronto direto, num desempate a três pelo segundo lugar com os escoceses e com a Espanha, que se qualificou juntamente com a Inglaterra, vencedora desse Grupo D.
  • A Suécia garantiu o seu lugar no oitavo Women's EURO consecutivo ao conquistar o primeiro lugar no Grupo F de qualificação, vencendo sete jogos e empatando um, marcando 40 golos e sofrendo apenas dois. O único jogo que não venceu foi quando empatou 1-1 contra a segunda classificada Islândia em Reiquejavique, em Setembro de 2020.
  • Portugal, que perdeu no "play-off" por 1-0 no total com a Rússia, recebeu o seu lugar no Women's EURO 2022 a 2 de Maio, pela mão do Comité Executivo da UEFA. A Selecção das Quinas chegou a esse "play-off" ao terminar no 2º lugar do Grupo E, atrás da invicta Finlândia. Portugal somou 19 pontos em 24 possíveis, apesar de ter marcado apenas dez golos. Perdeu pontos apenas contra a Finlândia, empatando em 1 a 1 em casa em novembro de 2019 e perdendo 1-0 em Helsínquia em Fevereiro de 2021.
  • A vitória por 2-1 sobre a Suíça na segunda jornada constituiu a sexta ocasião em sete fases finais do EURO Feminino em que a Suécia venceu o seu encontro da segunda jornada da fase de grupos.
  • Com o golo na vitória frente à Suíça, Hanna Bennison tornou-se na terceira jogadora mais jovem de sempre a marcar pela Suécia num EURO feminino, com 19 anos e 270 dias.
  • Bennison marcou o primeiro golo assinado por uma jogadora vinda do banco da Suécia numa fase final de um Women's EURO desde desde Linda Fagerström, em 2001.
  • Caroline Seger disputou o seu 18º jogo em fases finais do UEFA Women's EURO na segunda jornada, superando o recorde nacional de Victoria Svensson. Apenas três jogadoras participaram em mais partidas em fases finais: a italiana Patrizia Panico (19), a norueguesa Solveig Gulbrandsen (20) e a alemã Birgit Prinz (23).
  • A Suécia só perdeu dois dos 20 jogos que disputou até à data em fases de grupos de fases finais do Women's EURO (12V 6E).
  • O empate da primeira jornada com a Suíça fez de Portugal a primeira equipa na história do Women's EURO a evitar uma derrota depois de sair para o intervalo a perder por dois golos de diferença.
  • Ana Borges estabeleceu um novo recorde de internacionalizações pela selecção principal feminina de Portugal ao disputar o seu 146º jogo pelo seu país, deixando para trás o marco anterior de Carla Couto.
  • Portugal sofreu pelo menos dois golos em quatro dos seus cinco jogos em fases finais do EURO Feminino e ainda não terminou aí nenhum jogo sem sofrer golos.
  • A Selecção, porém, marcou dois golos em três dos seus últimos quatro jogos no Women's EURO.
Resumo: Suécia 2-1 Suíça

Jogadoras a seguir: Suécia

Stina Blackstenius

  • Tem 26 anos e marcou o último golo da Suécia no último encontro com Portugal, que terminou num triunfo da Suécia por 4-0 no Algarve, em Fevereiro, em jogo amigável a contar para a Algarve Cup.
  • Blackstenius marcou o terceiro golo da sua selecção na vitória por 3-1 num amigável com o Brasil, a 28 de junho.
  • A atacante marcou cinco golos na caminhada da Suécia rumo à medalha de prata nos Jogos Olímpicos do verão passado, incluindo o golo de abertura no empate 1-1 contra o Canadá.
  • Nenhuma jogadora marcou mais golos pela Suécia no EURO 2017 do que os dois assinados por Blackstenius, em igualdade com Lotta Schelin.
Visão: Suécia em grande estilo

Hanna Glas

  • Tem 29 anos e abriu o marcador na vitória da Suécia por 4-0 frente a Portugal em fevereiro.
  • Esse foi o primeiro golo de Glas pela seleção principal do seu país, ao fim de 52 internacionalizações.
  • Foi convocada mas não utilizada no Women's EURO 2017; participou dois anos depois todos os sete jogos da caminhada da Suécia rumou ao terceiro lugar no Mundial 2019.
  • O seu golo de longa distância pelo Bayern München frente ao Chelsea na primeira mão das meias-finais da UEFA Women's Champions League de 2020/21 foi escolhido pelos observadores técnicos da UEFA como o melhor golo da competição.

Amanda Ilestedt 

  • Tem 29 anos e marcou o segundo golo da Suécia na vitória de Fevereiro sobre Portugal.
  • Defesa-central, fez parte da selecção sueca que chegou às meias-finais do Women's EURO 2013, embora não tenha alinhado em nenhum jogo nessa fase final.
  • Conquistou o Campeonato da Europa Feminino de Sub-19 de 2012, numa vitória sobre a Espanha após prolongamento, na Turquia..
  • Esteve nos seis jogos da Suécia rumo à conquista da prata nos últimos Jogos Olímpicos, em Tóquio, em 2021.
Resumo: Países Baixos 3-2 Portugal

Jogadoras a seguir: Portugal

Carolina Mendes

  • Tem 34 anos e passou um ano a jogar no futebol sueco, com a camisola do Djurgården IF, onde chegou proveniente do emblema russo FC Rossiyanka, em 2016.
  • Mendes foi companheira de equipa da atacante sueca Johanna Rytting Kaneryd no clube de Estocolmo.
  • Ponta-de-lança, assinou um "hat-trick" numa vitória por 4-0 sobre Israel na fase de apuramento para o Mundial 2023, a 25 de novembro.
  • A agora jogadora do Braga marcou dois dos três golos de Portugal na fase final do Women's EURO 2017, incluindo o primeiro golo de sempre da Seleção numa grande competição, na vitória por 2-1 sobre a Escócia..

Diana Silva

  • Avançada de 27 anos, marcou o golo que deu início à reviravolta na última vitória de Portugal contra a Suécia, um triunfo por 2-1 num encontro amigável em 2019.
  • Diana Silva participou nos oito jogos de Portugal na fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2023, marcando três golos.
  • A atacante foi uma das sete jogadoras que alinharam nos três jogos de Portugal no Women's EURO 2017.
  • Venceu a Taça de Portugal Feminina 2021/22 pelo Sporting CP, terminando a época como a melhor marcadora do clube em todas as competições, com 22 golos.

Jéssica Silva

  • A atacante de 27 anos teve uma curta passagem pelos suecos do Linköpings em 2014, antes de regressar à sua primeira equipa, o Clube de Albergaria.
  • Foi companheira no Linköpings das suecas Jonna Andersson, Stina Blackstenius, Magdalena Eriksson e Fridolina Rolfö.
  • Jéssica Silva foi convocada para o Women's EURO 2017, nos Países Baixos, mas acabou por ficar de fora devido a uma lesão sofrida num treino antes da fase final.
  • A avançada do Benfica esteve nos oito jogos de Portugal na fase de qualificação para o Mundial 2023, tendo sido titular em sete.