O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão diária do UEFA Women's EURO 2022: O que esperar de sábado

Um embate que muitos pensam que pode repetir-se na final de Wembley e a estreia de Portugal marcam o arranque do Grupo C.

Suécia, Países Baixos, Portugal e Suíça entram em cena sábado
Suécia, Países Baixos, Portugal e Suíça entram em cena sábado UEFA

Um dos jogos mais aguardados da fase de grupos do UEFA Women's EURO 2022 joga-se este sábado em Bramall Lane, com os Países Baixos a iniciarem a defesa do título ante a Suécia, já depois de Portugal entrar em cena ante a Suíça, num frente-a-frente entre os dois "outsiders" do grupo.

Olhamos para o arranque do Grupo C, em Wigan & Leigh e Sheffield.

17h00: Portugal - Suíça (Grupo C, Wigan & Leigh)

Conheça as equipas: Portugal

As duas selecções estrearam-se em fases finais do Women's EURO há cinco anos e ambas estiveram surpreendentemente perto de chegar aos oitavos-de-final. Portugal cedeu com uma derrota ante a Inglaterra na Jornada 3 e a Suíça ficou pelo caminho devido a um empate 1-1 com a França. Desta feita as tiveram as duas tiveram rotas invulgares no "play-off" rumo à fase final em Inglaterra, com Portugal a ver-se eliminado pela Rússia mas a ser depois chamado para a substituir e a Suíça a levar a melhor no primeiro embate de "play-off" de apuramento para uma fase final decidido nos penáltis, frente à República Checa.

Com as campeãs em título, dos Países Baixos, e as campeãs olímpicas, da Suécia, a completarem este grupo, Portugal e Suíça verão este jogo de abertura como sendo de vitória obrigatória. A Suíça conta com jogadoras com experiência em grandes palcos, entre elas Ana-Maria Crnogorčević, vencedora da UEFA Women's Champions League, e Ramona Bachmann, vice-campeã dessa prova, enquanto o seu seleccionador, Nils Nielsen, levou a Dinamarca à final em 2017.

Estatística-chave: Portugal e Suíça mediram forças pela última vez na Algarve Cup de 2019, com a Suíça a ver-se em desvantagem fruto de um golo de Andreia Norton aos 27 minutos, mas a conseguir dar a volta para acabar por vencer por 3-1, com golos de Crnogorčević, Rahel Kiwic e Melanie Müller, já no segundo tempo.

20h00: Países Baixos - Suécia (Grupo C, Sheffield)

Conheça as equipas: Países Baixos

Se estas duas selecções se voltarem a encontrar a 31 de julho em Wembley, não será surpresa. Os Países Baixos defendem o título que conquistaram em casa em 2017 e chegaram à final do Campeonato do Mundo Feminino da FIFA há dois anos, enquanto a Suécia foi, aí, terceira classificada e conquistou depois a prata nos Jogos Olímpicos de 2021, tendo-se tornado, sob o comando de Peter Gerhardsson, numa equipa que atinge sempre o pico na hora certa, capaz de sonhar com o primeiro grande título desde a primeira edição do EURO Feminino, em 1984.

Os Países Baixos, depois de ter visto sair a seleccionadora Sarina Wiegman para a Inglaterra, nomearam um inglês, Mark Parsons, para assumir o cargo no ano passado, mas o núcleo da equipa campeã mantém-se, liderado por Vivianne Miedema. Além disso, as memórias são boas no que toca a embates recentes com a Suécia, tendo-a afastado nos quartos-de-final do Women's EURO 2017 e nas meias-finais do Mundial de 2019. A Suécia, no entanto, tem também a sua própria estrela no ataque: Stina Blackstenius, que nos últimos meses formou uma parceria letal no Arsenal com...Miedema.

Estatística-chave: Ambas as selecções são capitaneadas por uma jogadora com mais de 200 internacionalizações: Sherida Spitse (202) e Caroline Seger (recorde europeu, 230).