Suecas não escondem desilusão

Antonia Göransson não escondeu a frustração da derrota com a Alemanha e destacou as boas exibições realizadas pela equipa da casa na caminhada até às meias-finais.

Antonia Göransson não escondeu a desilusão após a eliminação da Suécia
Antonia Göransson não escondeu a desilusão após a eliminação da Suécia ©Sportsfile

Antonia Göransson tentou superar a "maior desilusão” da sua jovem carreira e espera que o apoio fantástico sentido pela Suécia no UEFA Women's EURO 2013 continue no futuro.

A jovem de 22 anos, que joga na Alemanha no 1. FFC Turbine Potsdam, recuperou a titularidade no lugar Sofia Jakobsson, mas não evitou a derrota por 1-0 na meia-final com a Alemanha. Göransson destacou que a equipa causou uma excelente impressão graças às boas exibições realizadas perante estádios lotados em Gotemburgo e Halmstad.

A defesa Nilla Fischer partilhou da tristeza da sua colega e não escondeu a frustração de não conseguir retribuir o apoio dos adeptos da equipa da casa com a presença na final de domingo em Solna.

Antonia Göransson, extremo da Suécia
Jogámos muito bem durante todo o Europeu, é uma pena que hoje não tenhamos vencido. Não falámos muito ao intervalo. Sabíamos que podíamos jogar melhor e quisemos mostrar isso em campo, fazendo a bola circular mais. Tentámos corrigir isso no segundo tempo.

Não tenho dúvidas que esta é a maior desilusão da minha carreira. Teria sido fantástico vencer um Campeonato da Europa na Suécia, seria a experiência mais fantástica da minha vida.

Nilla Fischer, defesa da Suécia 
Estamos desiludidas e tristes. O nosso sonho era chegar à final e não o conseguimos. Jogámos bem e criámos muitas oportunidades. O jogo foi muito equilibrado e desta vez a Alemanha foi mais feliz. Estamos gratas aos nossos fantásticos adeptos, mas muito desiludidas.

É uma excelente sensação contar com um apoio como este, o que pode parecer estranho após uma derrota. O que torna tudo ainda mais triste, porque queríamos muito chegar à final, por nós e pelos nossos fantásticos adeptos. É maravilhoso que continuem ainda aqui.

Topo