Islândia vence e ruma aos quartos-de-final

Holanda 0-1 Islândia
Um golo solitário de Dagný Brynjarsdóttir ofereceu às islandesas um triunfo que vale o terceiro lugar no Grupo B e a passagem aos quartos-de-final.

Holanda 0-1 Islândia: a história em fotos ©Sportsfile

A Islândia bateu a Holanda por 1-0, graças a um golo solitário de Dagný Brynjarsdóttir, e está nos quartos-de-final do UEFA Women's EURO 2013 como uma das duas melhores terceiras classificadas da fase de grupos.

A Holanda procurou assumir o controlo do encontro desde os primeiros minutos, controlando a posse de bola, mas as melhores oportunidades no primeiro quarto-de-hora pertenceram à Islândia. Primeiro, na sequência de um pontapé de canto, aos oito minutos, valeu às holandesas um corte de uma defesa sobre a linha de golo e, à passagem do minuto 14, num excelente lance individual, pela esquerda, Hólmfrídur Magnúsdóttir rematou ao poste.

A selecção "laranja", porém, não tardou a acertar, também ela, nos ferros da baliza contrária, num espectacular remate de longe de Lieke Martens, aos 21 minutos, defendido para a trave pelas pontas dos dedos de Gudbjörg Gunnarsdóttir, guarda-redes da Islândia. O equilíbrio era, por esta altura, a nota dominante do encontro, com a bola a rondar por várias vezes com perigo as duas áreas, e o golo acabou por surgir para a Islândia. Excelente cruzamento de Hallbera Gísladóttir na esquerda e Brynjarsdóttir a surgir solta de marcação na área holandesa e a inaugurar o marcador.

Motivada pelo golo, a Islândia quase dilatou a vantagem instantes depois, mas o cabeceamento de Margrét Vidarsdóttir saiu ligeiramente por cima e o resultado não sofreu mais alterações até ao intervalo. A precisar de dar a volta ao marcador para seguir em frente na prova, a Holanda entrou mais pressionante no segundo tempo, acercando-se da grande área islandesa, mas os lances de perigo teimavam, agora, em não surgir.

Um remate de Kirsten Van de Vem que passou pouco ao lado da baliza à guarda de Gunnarsdóttir, um disparo de longe de Sherida Spitse e um remate de Sherida Spitse, já perto do fim, que a guardiã islandesa defendeu para canto, foram o melhor que as holandesas conseguiram durante os segundos 45 minutos. A Holanda despede-se, assim, da prova no último lugar do Grupo B, sem qualquer golo marcado, enquanto a Islândia ruma aos quartos-de-final, ao superiorizar-se desde já à Dinamarca, terceira do Grupo A, como uma das melhores terceiras classificadas desta fase de grupos.

Melhor em campo: Gudbjörg Gunnarsdóttir (islândia)