O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dupla francesa em dúvida

A ponta-de-lança francesa Candie Herbert e a defesa Corine Franco estão em dúvida para o jogo de quinta-feira do Grupo B do UEFA WOMEN'S EURO 2009™, contra a Alemanha.

Candie Herbert abandona o jogo com a Islândia
Candie Herbert abandona o jogo com a Islândia ©Sportsfile

A ponta-de-lança francesa Candie Herbert e a defesa Corine Franco estão em dúvida para o jogo de quinta-feira do Grupo B do UEFA WOMEN'S EURO 2009™ contra a Alemanha, depois das lesões sofridas na cabeça durante a vitória sobre a Islândia, por 3-1, tendo a avançada sentido, mesmo, algumas dificuldades em dormir.

Duplo impacto
Herbert é ausência quase certa, após ter sofrido um golpe no sobrolho na sequência de um choque, no ar, com a islandesa Gudrún Sóley Gunnarsdóttir. A lesão de Franco, resultante de uma colisão acidental com a companheira de equipa Laura Georges, parece menos grave, apesar de a jogadora do Olympique de Lyonnais também ter necessitado de ser suturada e estar, igualmente, em dúvida para o duelo com as germânicas como forma de precaução. O médico da selecção gaulesa, Claude Marble, afirmou: "Vai ser difícil. Vamos ver como as lesões evoluem e, se puderem jogar, terão de utilizar algum tipo de protecção para a cabeça. Mas, para já, não temos certeza se estarão aptas".

Todo o apoio possível
Nenhuma das jogadores treinou esta terça-feira, devido ao tipo de lesão sofrida. Herbert, atleta do FCF Hénin-Beaumont, recordou o incidente: "Cabeceei a bola e a defesa islandesa chegou um bocadinho tarde demais. Não consegui dormir bem na noite passada: adormeci muito tarde e acordei bastantes vezes durante a noite". O médico francês e dois psicoterapeutas estiveram junto das atletas para lhes garantirem todo o apoio possível.

Preparação intensa
Com os jogos a sucederem-se a ritmo alucinante, o departamento médico francês tem tudo preparado ao pormenor. "A recuperação começa com muito trabalho logo de início", explicou Marble. "A nossa preparação física começou há mais de um mês, a que se seguiram vários testes médicos. Tentámos compensar alguns problemas com a preparação individual de cada atleta. Tenho a certeza que os esforços do departamento de recuperação vão ser recompensados pelas exibições das atletas".

Henry já treinou
O seleccionador francês, Bruno Bini, também recebeu boas notícias, já que a centrocamposta Amandine Henry, do Lyon, treinou esta terça-feira pela primeira vez desde que a selecção chegou à Finlândia. A promissora jovem de 19 anos, que somou a primeira internacionalização em Março, falhou o duelo com a Islândia devido a lesão num tornozelo.