O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Portugal faz o pleno

A selecção lusa feminina venceu o Grupo C da Algarve Cup, após novo triunfo, agora sobre a Áustria (1-0), enquanto a Suécia garantiu um lugar na final, com os Estados Unidos.

A sueca Lotta Schelin (à esquerda) com a alemã Martina Müller
A sueca Lotta Schelin (à esquerda) com a alemã Martina Müller ©Getty Images

Portugal garantiu a terceira vitória em outros tantos jogos do Grupo C da Algarve Cup, desta feita um triunfo por 1-0 sobre a Áustria, resultado que permite à equipa das quinas defrontar a Finlândia no jogo de atribuição do sétimo posto. Entretanto, a Suécia irá defrontar os Estados Unidos na final de quarta-feira, após derrotar a campeã mundial e europeia, Alemanha, por 3-2, no jogo que decidiu o vencedor do Grupo A. A Finlândia terminou essa "poule" no último lugar, ao perder por 1-0 com a China, enquanto o segundo posto do Grupo B foi para a Dinamarca, que se superiorizou à Islândia, por 2-0. A sexta das equipas apuradas para o UEFA WOMEN’S EURO 2009™ que participou neste torneio particular em Portugal, a Noruega, sofreu uma terceira derrota às mãos dos Estados Unidos.

Grupo A
Alemanha 2-3 Suécia

A Suécia resistiu a uma forte pressão na segunda parte e qualificou-se para a sua primeira final da Algarve Cup desde que, em 2001, conquistou o troféu. Terminou, igualmente, com uma série de seis derrotas consecutivas ante a Alemanha. Necessitando de um triunfo para ultrapassar as germânicas no topo da classificação, a Suécia adiantou-se no marcador aos 27 minutos, quando Nilla Fischer concluiu com precisão uma movimentação colectiva. A Alemanha avançou no terreno, mas com isso concedeu espaço suficiente a Lotta Schelin para ampliar a diferença para dois golos, aos 36 minutos, na sequência de um rápido contra-ataque. Dois minutos volvidos, Schelin, que falhara o empate a zero com a China e o triunfo por 1-0 sobre a Finlândia, voltou a marcar, após novo contra-ataque.

A Alemanha esteve com uma desvantagem de três golos até aos 77 minutos, altura em que Inka Grings reduziu a diferença, ao acorrer a um passe longo. Um remate à meia-volta de Kim Kulig assegurou uma ponta final bastante emotiva. A Alemanha esteve perto de empatar, mas terá de se contentar em defrontar a Dinamarca na quarta-feira, para o jogo de atribuição do terceiro lugar. A capitã sueca, Victoria Svensson, que igualou o recorde nacional de Kristin Bengtsson, com 157 internacionalizações, sublinhou: "A nossa primeira parte foi fantástica e a segunda também não foi má. Foi bom termos finalmente conseguido levar a melhor sobre a Alemanha". As americanas, adversárias na final, são orientadas pela lendária ex-futebolista sueca, Pia Sundhage.

Finlândia 0-1 China
A Finlândia, anfitriã do EURO 2009™ feminino, que não podia contar com a guarda-redes titular, Tinja-Riikka Korpela, devido a queixas numa perna, depois de já ter perdido, no início do torneio, a ponta-de-lança Laura Österberg-Kalmari, consentiu a terceira derrota na fase de grupos. Nina Hietanen esteve por duas vezes perto de marcar após o intervalo, mas Bi Yan acabou por decidir um jogo bastante equilibrado com um remate desferido já no interior da área, quando faltavam 17 minutos para o apito final. O seleccionador da Finlândia, Michael Kald, cuja equipa lutará pelo sétimo lugar com a Noruega, comentou: "Se tivéssemos inaugurado o marcador, creio que outros golos se teriam seguido. Controlámos o encontro".

Grupo B
Dinamarca 2-0 Islândia

A Dinamarca será a adversária da Alemanha no encontro de atribuição do terceiro lugar, após ter levado a melhor sobre a Islândia, que defrontará, na quarta-feira, a China na luta pelo quinto lugar. Com Tina Rasmussen a estrear-se na selecção aos 29 anos, a Dinamarca sabia que tinha de vencer para ultrapassar a Islândia na corrida pelo segundo lugar, após os Estados Unidos já terem assegurado a primeira posição. Nadia Nadim colocou as dinamarquesas em vantagem, marcando o seu primeiro golo pela selecção e logo no jogo de estreia. Christina Ørntoft dilatou a marca aos 66 minutos, concluindo um rápido contra-ataque, também ela estreando-se a marcar pelas dinamarquesas. "Podia ter jogado um pouco melhor, mas tenho de me habituar ao facto de o futebol da selecção não ser tão directo quanto aquele a que estamos habituados no Skovbakken [IK]. Mas foi bom ter participado nesta vitória", comentou Rasmussen.

Noruega 0-1 Estados Unidos
A Noruega já sabia que terminaria o grupo na quarta posição e concluiu-o sem qualquer ponto. O tento de Megan Rapinoe, aos 21 minutos, assegurou a terceira vitória para os Estados Unidos, que ainda não sofreram qualquer golo e que procuram o terceiro triunfo consecutivo na prova, tal como haviam conseguido entre 2003 e 2005, antes de perderem a final por grandes penalidades para a Alemanha. A Noruega espera terminar a sua série de quatro derrotas consecutivas em 2009, quando defrontar a Finlândia.

Grupo C
Portugal 1-0 Áustria

A selecção portuguesa conseguiu o pleno no Grupo C da competição algarvia. Após os triunfos por 2-1 sobre Polónia e País de Gales, as lusas garantiram o primeiro lugar no Grupo C com nova vitória, desta feita por 1-0, frente à Áustria. Sofia Vieira, aos nove minutos, fez o único tento da partida, que permite à equipa disputar o sétimo lugar da competição. Portugal foi sempre mais forte e poderia ter terminado com um resultado mais dilatado. Agora, Portugal vai defrontar a forte selecção da Finlândia, esta quarta-feira. Seja qual for o resultado, a formação das "quinas" já conseguiu a melhor participação de sempre na Algarve Cup.