Franciso Neto satisfeito com a atitude de Portugal

O seleccionador de Portugal, Francisco Neto, mostrou-se "satisfeito" com o desempenho das suas pupilas apesar da derrota na estreia, aceitando como normal "o nervosismo e a ansiedade" demonstrados

Franciso Neto satisfeito com a atitude de Portugal
©AFP/Getty Images

Portugal saiu derrotado do seu jogo de estreia em fases finais do UEFA Women's EURO, mas o seleccionador luso, Francisco Neto, mostrou-se "muito satisfeito com a atitude" da sua equipa, salientando que esta "cresceu com o andar do jogo", antes de garantir que Portugal vai "melhorar com o andar do torneio". Neto lamentou apenas "o nervosismo e a ansiedade demonstrados", os quais considerou, ainda assim, normais.

Do lado da Espanha, o seleccionador Jorge Vilda deu os parabéns a Portugal pelas dificuldades que criou à turma espanhola, mostrando-se "feliz" com a actuação das suas pupilas, sobretudo por "ter sido o primeiro jogo", concluindo que "foi um bom começo".

Franciso Neto, seleccionador de Portugal
É óbvio que queríamos usar a bola melhor quando a tivemos, mas a Espanha é uma grande equipa. Poucas equipas controlam a bola de forma tão boa como a Espanha. Na primeira meia-hora usámo-la melhor e conseguimos sair, mas a defesa da Espanha é forte. Foi o nosso primeiro jogo na fase final de um EURO feminino, pelo que é normal o nervosismo e ansiedade que tivemos, mas estou muito satisfeito pela nossa atitude; crescemos com o andar do jogo e vamos melhorar ainda mais com o andar do torneio.

Foi um jogo difícil, como esperávamos. Espanha é uma das favoritas à vitória na prova. Na primeira parte não conseguimos circular a bola como desejámos, mas fomos melhores depois do intervalo nesse capítulo de jogo. A equipa melhorou com o andar do relógio, usámos melhor a bola e fizemos coisas que não havíamos feito na primeira parte, em especial na defesa.

Jorge Vilda, seleccionador da Espanha
Estou feliz, dado ter sido o primeiro jogo. Jogámos bem, na primeira parte controlámos bem a bola e conseguimos encontrar espaços. Parabéns a Francisco Neto pelas dificuldades que a sua equipa nos conseguiu criar. Com o andar da segunda parte começámos a pensar já no jogo com a Inglaterra e poupámos alguma energia.

Portugal apresentou-se de forma muito defensiva e precisámos de mudar um pouco as coisas. Soubemos fazê-lo ainda na primeira parte e criámos muitas situações de golo. Depois, na segunda parte, controlámos os acontecimentos. Foi um bom começo, temos a melhor diferença de golos na prova até agora, muito graças à qualidade dos nossos movimentos atacantes, e isso poderá ser importante.

Topo