Final Lyon - Paris: declarações, onde ver, o que saber

O Lyon, em busca do quarto título que dará um recorde conjunto, e o Paris mostraram bastante respeito mútuo na véspera da primeira final francesa da prova, em Cardiff, na quinta-feira.

Treino do Lyon antes da final da UEFA Women's Champions League, frente ao Paris
Treino do Lyon antes da final da UEFA Women's Champions League, frente ao Paris ©Sportsfile
  • Lyon defronta Paris Saint-Germain na primeira final 100 por cento francesa da competição no Cardiff City Stadium
  • Lyon, na sua sexta final (recorde partilhado) ambiciona igualar o Frankfurt com quatro títulos
  • Paris perdeu frente ao Frankfurt, por 2-1, na única final em que participou, em 2015
  • Cada equipa venceu um jogo no campeonato, ganho pelo Lyon, que também bateu o Paris na final da Taça de França, nos penalties
  • Alex Morgan, avançada do Lyon, apta após recuperar de lesão
  • Siga os preparativos para a final

Notícias das equipas
O estiramento na coxa sofrido por Alex Morgan no triunfo do Lyon sobre o Paris, por 3-0, em jogo do campeonato realizado a 13 de Maio, afastou-a da final da Taça de França, seis dias depois, e da vitória por 3-0 sobre o Metz na última jornada do campeonato, na passada quinta-feira. No entanto, esta semana já treinou e está disponível para aquele que será o seu último jogo pelo Lyon, onde está por empréstimo. Quanto ao Paris, Sabrine Delannoy deve estar apta para o último jogo da sua carreira, apesar de uma lesão no tornozelo.

Equipas prováveis
Lyon: Bouhaddi; Houara-D’Hommeaux, M’Bock Bathy, Renard, Buchanan; Kumagai, Abily, Marozsán, Majri; Le Sommer, Hegerberg/Morgan

Paris: Kiedrzynek; Delannoy, Georges, Parades; Perisset, Geyoro, Formiga, Cruz Trana, Lawrence; Delie, Cristiane

Onde ver

O que foi dito na conferência de imprensa de quarta-feira

Gérard Prêcheur
Gérard Prêcheur©Sportsfile
  • Gérard Prêcheur, treinador do Lyon

A Alex Morgan já está boa e disponível para jogar, mas só amanhã é que saberão se será titular! Quando se ganha a final da taça num desempate por penalties, à oitava tentativa, não se pode assumir que este jogo vai ser fácil. Nada disso! Quem tem espírito vencedor quer sempre ganhar mais títulos. Nós podemos alcançar uma "tripla" de troféus pela segunda época consecutiva, algo que seria inédito, e por isso a nossa motivação está no máximo.

  • Patrice Lair, treinador do Paris

É incrível, nunca pensei ser possível [uma final 100 por cento francesa]. Quando estava no Lyon, nas finais defrontámos equipas alemãs, mas agora temos duas equipas francesas e isso mostra o quanto os clubes franceses evoluíram.

Obviamente o Lyon é favorito, provavelmente é a melhor equipa do Mundo, mas temos os nossos pontos fortes. Talvez o nosso plantel seja um pouco menor, mas se jogarmos como queremos, então podemos conseguir. Não temos medo. Estamos muito motivados e muito felizes por regressar a uma final. Não acreditava que acontecesse tão rapidamente [após ter assumido o comando da equipa na época passada], mas merecemos.

Como o Lyon ganhou em 2011, 2012 e 2016
Como o Lyon ganhou em 2011, 2012 e 2016

Ler mais...

Sabia que?

  • Lair liderou o Lyon à conquista dos seus dois primeiros títulos europeus, em 2011 e 2012. Shirley Cruz Traña e Laura Georges, agora no Paris, fizeram parte dessas equipas do Lyon. Pode tornar-se o primeiro treinador a ganhar a competição três vezes.
  • Marozsán e Verónica Boquete, criativa do Paris, fizeram parte da equipa do Frankfurt que venceu o clube da capital francesa na final de 2015, por 2-1.
  • Sarah Bouhaddi, Wendie Renard, Camille Abily e Le Sommer, do Lyon, fizeram parte das equipas vitoriosas nas finais de 2011, 2012 e 2016.

Para saber mais consulte a nossa retrospectiva alargada do jogo

Topo