Lyon goleia Paris e fica perto da final

Lyon 7-0 Paris Saint-Germain Finalista da época passada, o Paris nada conseguiu fazer ante um fantástico Lyon, que estabeleceu vários recordes numa goleada impressionante.

Louisa Necib festeja depois de fazer o sexto golo do Lyon frente ao Paris
Louisa Necib festeja depois de fazer o sexto golo do Lyon frente ao Paris ©Getty Images
  • Lyon faz uma fantástica exibição frente ao finalista da época passada na primeira mão da meia-final
  • Camille Abily marca de livre e tornou-se a primeira jogadora a vencer 50 partidas de provas femininas da UEFA
  • Lotta Schelin marca o 40º golo europeu para o Lyon, igualando o recorde da prova ao serviço de um clube
  • 22.050 adeptos estiveram presentes, sendo o melhor registo para um jogo europeu, excepcionando a final e melhor assistência em França
  • Segunda mão joga-se às 19h45 (Portugal continental) de segunda-feira, dia 2 de Maio, no Parc des Princes
  • Final a 26 de Maio, em Reggio Emilia frente a Wolfsburg ou FFC Frankfurt

Mesmo para o seu nível, o Lyon, duas vezes vencedor da UEFA Women's Champions League, fez uma fantástica exibição e goleou o rival francês do Paris Saint-Germain por 7-0, na primeira mão da meia-final.

Depois de derrotar o Slavia Praha por 9-1 na estreia no novo Stade de Lyon, o OL deslumbrou os 22050 espectadores com mais uma exibição plena de eficácia frente a um Paris que as havia afastado nos oitavos-de-final da época passada, na sua caminhada até à final. Ada Hegerberg bisou pela sexta vez esta época na prova, e, ao fazer o 3-0, fez com que o Lyon se torna-se o primeiro clube a chegar aos 250 golos nas provas femininas de clubes da UEFA.

O Paris, privado por castigo de Shirley Cruz Traña e Jessica Houara-d'Hommeaux, viu somar a perda, por lesão, de Laure Boulleau, Kheira Hamraoui e Laura Georges nos primeiros 36 minutos, não teve maneira de responder ante um Lyon que marcou sete vezes em oito remates no alvo. Lotta Schelin saiu do banco para igualar o registo de Nina Burger, que, ao serviço do Neulengbach, apontou 40 golos europeus por um clube apenas, sendo que é a quinta jogadora a atingir esse número na carreira. A presença do Lyon na quinta final da prova frente a uma equipa alemã parece assim assegurada.

Topo