Šašić marca quatro e deixa Frankfurt tranquilo

1. FFC Frankfurt 7-0 Brøndby IF Célia Šašić marcou quatro golos e o tricampeão europeu ficou com uma vantagem tranquilizadora para a segunda mão das meias-finais.

Célia Šašić aponta quatro golos e o Frankfurt consegue uma vantagem tranquilizadora na primeira mão
Auto-golo de Rikke Sevecke e os remates certeiros de Dzsenifer Marozsán e Simone Laudehr completam o triunfo das alemãs
Brøndby joga pela honra na segunda mão, marcada para sábado
Clube alemão espera confirmar a primeira presença na final desde 2011/12
Šašić conta com dez golos em seis partidas esta época

O 1. FFC Frankfurt, que já conquistou por três vezes o troféu, deu um passo de gigante rumo à final da UEFA Women's Champions League, ao golear o Brøndby IF na primeira mão, com Célia Šašić a apontar quatro golos.

As visitantes estavam pela terceira vez nas meias-finais, depois das eliminações em 2004 e 2007, e o sonho começou a esfumar-se quando Šašić converteu uma grande penalidade no início do encontro, mas ao intervalo as suecas já perdiam por 4-0. Simone Laudehr marcou um minuto após o intervalo e Šašić apontou mais dois golos, deixando o Brøndby a precisar de um milagre para estar na final de Berlim, a 14 de Maio.

Estavam disputados apenas dez minutos quando Bianca Schmidt entrou na área e foi derrubada por Katrine Veje, com Šašić a não perdoar na conversão do castigo máximo. O Brøndby reagiu, apesar de ter pouca posse de bola, com Nanna Christiansen a falhar por pouco a baliza alemã, aos 26 minutos.

No entanto, o sonho das visitantes caiu por terra ao consentirem três golos em 13 minutos. Rikke Sevecke, de apenas 18 anos, fez um autogolo ao tentar desviar um cruzamento de Dzsenifer Marozsán, antes de a irrequieta Schmidt assistir Šašić para um golo fácil. No final do primeiro tempo, a guarda-redes Katrine Abel não conseguiu segurar um disparo de longe de Marozsán, que colocou o Frankfurt a vencer por 4-0.

O Brøndby queria reduzir a desvantagem, mas sofreu mais um golo no início do segundo tempo, com Laudehr a marcar aos 46 minutos. Šašić apontou mais dois golos, aos 62 e 69 minutos, e praticamente garantiu a passagem do Frankfurt à final.

Topo