Wolfsburgo revalida título em final emocionante

Tyresö FF 3-4 VfL Wolfsburg Numa final emocionante, o Wolfsburgo recuperou de uma desvantagem de dois golos e voltou a vencer o troféu.

O VfL Wolfsburg revalidou o título da UEFA Women's Champions League, ao vencer na final o Tyresö FF por 4-3 numa final emocionante disputada no Estádio do Restelo.

A participar na sua primeira final da prova, a formação do Tyresö entrou melhor na partida, colocando em sentido as alemãs nos primeiros minutos, especialmente devido às acções de Marta e Verónica Boquete, as principais responsáveis da manobra atacante da turma sueca.

O Wolfsburgo, por muitos apontado como favorito, sentiu dificuldades para furar a compacta defesa do Tyresö, mas quando o fez criou muito perigo, por intermédio de Alexandra Popp, aos 14 minutos. A avançada acorreu a um cruzamento do lado direito e cabeceou ligeiramente por cima. Galvanizada pela oportunidade, a equipa germânica desperdiçou uma nova ocasião aos 25 minutos, na sequência de um cruzamento para o interior da área. Martina Müller conseguiu fazer a emenda, mas a guardiã do Tyresö, Carola Söberg, evitou o golo.

Pese embora o ligeiro ascendente do Wolfsburgo, o Tyresö respondeu da melhor forma aos 28 minutos. A espanhola Boquete assistiu Marta, com a brasileira a passar por três adversárias antes de rematar forte e colocado, num golo de belo efeito. No minuto seguinte, as suecas aproveitaram o desnorte momentâneo das alemãs e chegaram ao 2-0. Christen Press efectuou o cruzamento do lado esquerdo e Boquete não teve dificuldades em encostar a bola para o fundo das redes.

A resposta do Wolfsburgo foi tímida e apenas aos 41 minutos a formação comandada por Ralf Kellermann criou algum perigo. Selina Wagner, de ângulo apertado, tentou o remate mas Söberg travou os intentos da alemã sem problemas, com o jogo a chegar ao intervalo com a turma sueca em vantagem.

No segundo tempo, o Wolfsburgo entrou da melhor forma possível, já que Alexandra Popp reduziu a desvantagem logo aos 47 minutos. Anna Blässe cruzou ligeiramente atrasado do lado direito e Popp cabeceou de forma imparável. Determinadas em mudar o rumo dos acontecimentos, as alemãs quase empataram no minuto seguinte por intermédio de Martina Müller, que surgiu isolada e permitiu a defesa de Söberg. Acto contínuo, Müller dispôs de situação semelhante aos 53 minutos mas desta vez atirou a contar, consumando o empate num jogo emocionante.

Apesar da entrada de rompante das alemãs, o conjunto sueco conseguiu reagir e Marta devolveu a vantagem à sua equipa aos 56 minutos. A atacante brasileira voltou a desequilibrar com a sua técnica apurada, num remate em arco, sem hipóteses de defesa para Almuth Schult. Num jogo de loucos no Restelo, o Wolfsburgo voltou a empatar aos 68 minutos, graças a um golo de Verena Faisst, que havia entrado após o intervalo. Alexandra Popp efectuou o cruzamento e Faisst não enjeitou a possibilidade para estabelecer o 3-3.

Após o terceiro tento das alemãs o jogo entrou numa fase mais morna, apenas quebrado pelo quarto do Wolfsburgo, aos 80 minutos. Nadine Kessler entrou na área, levou a bola até à linha de fundo e picou para a zona central, com Müller a dar vantagem às germânicas pela primeira vez. Até final o Wolfsburgo conseguiu segurar a vantagem, com as alemãs a fazerem a festa no Estádio do Restelo.

Topo