O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

UEFA Women's Champions League: jogadoras a seguir na quinta jornada

Destacamos alguns novos talentos que se têm evidenciado na fase de grupos.

UEFA

Algumas das mais talentosas jovens jogadoras estão em exibição na nova fase de grupos da UEFA Women's Champions League.

Antes da Jornada 5, olhamos para um quarteto que tem tido um impacto na competição, incluindo a benfiquista Catarina Amado.

Catarina Amado (Benfica)

Catarina Amado brilhou ao dar ao Benfica uma vitória fora ante o Häcken na quarta jornada, ajudando o clube encarnado a dar mais um enorme passo numa caminahda já de si histórica. A jovem de 22 anos viveu um momento especial, isto depois de ter renovado o seu contrato no Verão: "O Benfica é o clube do meu coração. Tive o sonho de jogar aqui desde que era criança". Uma lateral direita energética e sempre pronta a subir no terreno, também esteve em destaque no impressionante empate a zero assinado na estreia na fase de grupos, ante o Bayern Munique.

Olha Ovdiychuk (WFC Kharkiv)

Madrid.Ovdiychuk tinha um incrível registo de golos na Ucrânia ao serviço do Kharkiv quando foi contratada pelo Atlético no Verão de 2019. Depois de um ano sem conseguir marcar, voltou a Kharkiv e está agora a aproveitar a oportunidade para provar seu verdadeiro valor ao mais alto nível. Marcou três golos na vitória a duas mãos frente ao Apollon LFC que levou Kharkiv até à fase de grupos, com o seu lance audacioso em Breidablik na quarta jornada a garantir uma vitória que mantém vivas as esperanças de garantir a qualificação a 16 de Dezembro, por sinal o dia do seu 28º aniversário.

Melhor marcadora: veja os cinco golos de Wassmuth
Melhor marcadora: veja os cinco golos de Wassmuth

Tabea Wassmuth (Wolfsburgo)

Suplantando nomes como Sam Kerr, Alexia Putellas, Marie-Antoinette Katoto e Vivianne Miedema para ocupar o lugar de melhor marcadora da fase de grupos com cinco golos, Wassmuth, de 25 anos, está a fazer a sua estreia nas competições de clubes da UEFA. Formada no Hoffenheim, ajudou o clube a chegar ao terceiro lugar do campeonato alemão na temporada passada, antes de ser contratada pelo Wolfsburgo. Bisou contra o Chelsea e o Servette, antes de picar o ponto frente à Juventus, mas terá de continuar a revelar essa veia goleadora para o Wolfsburgo se conseguir apurar.

Lotte Wubben-Moy (Arsenal)

Formada dn Arsenal, a central optou, em 2017m por ingressar na famosa estrutura da Universidade da Carolina do Norte, experimentando o sucesso com os Tar Heels, mas saindo no início de 2020 devido à pandemia da COVID. Regressou aos "Gunners" após ter desaparecido do radar no seu país natal, mas no início de 2021 Wubben-Moy havia assumido a titularidade no Arsenal e sido chamada à selecção da Inglaterra, viajando com a Grã-Bretanha para os Jogos Olímpicos.