Antevisão dos "quartos" da Women's Champions League

Conseguirão Wolfsburgo, Frankfurt, Lyon e Paris Saint-Germain protagonizar meias-finais alemãs e francesas? Brescia, Rosengård, Slavia Praga e Barcelona terão ideias diferentes.

O Paris defronta o Barcelona
O Paris defronta o Barcelona ©Abbas Zahidi

Quartos-de-final (23 e 30 de Março)
Wolfsburgo (GER) - Brescia (ITA)
Rosengård (SWE) - FFC Frankfurt (GER, campeã)
Lyon (FRA) - Slavia Praha (CZE)
Barcelona (ESP) - Paris Saint-Germain (FRA)

Meias-finais (23/24 de Abril e 30 de Abril/1 de Maio)
1 Lyon ou Slavia - Barcelona ou Paris
2 Wolfsburgo ou Brescia - Rosengård ou Frankfurt

Final (26 de Maio, Stadio Città del Tricolore, Reggio Emilia)
Vencedor da meia-final 2 - vencedor da meia-final 1

Bréscia estreia-se nos quartos-de-final
Bréscia estreia-se nos quartos-de-final©Jacopo Beccalossi

Antevisões:
Wolfsburgo - Brescia

Esta é a quarta presença consecutiva do Wolfsburgo nos quartos-de-final e as vencedoras em 2013 e 2014 esperam que o Bréscia tenha o mesmo destino que o Rossiyanka, Barcelona e Rosengård tiveram nas edições anteriores.

O Bréscia estreia-se nos quartos-de-final, no momento em que soma 12 jogos sem perder na Serie A o que o faz ser líder na classificação com mais dois pontos que o Mozzanica.  

Frankfurt tem novo treinador após a saída de Colin Bell
Frankfurt tem novo treinador após a saída de Colin Bell©Sportsfile

Rosengård - Frankfurt
Ao contrário dos restantes sete concorrentes, as campeãs suecas do Rosengård estão quase a terminar a época desportiva (tendo já, aconteça o que acontecer, assegurado presença em 2016/17). Com novas jogadoras, o Rosengård fez dois jogos oficiais em 2016, batendo o Kristianstad por 3-0, nos oitavos-de-final da Taça a Suécia, graças a um “hat-trick” de Marta e na quinta-feira derrotou o Linköping por 2-1m na SuperTaça da Suécia.

O Frankfurt tem mostrado boa forma em 2016 antes da derrota no domingo com o Wolfsburgo, em que foi expulsa a sua guarda-redes, Desirée Schumann. Desde os oitavos-de-final, Matts Ross foi rendido no cargo de treinador das vencedoras da UEFA Women's Champions League por Colin Bell.

Slavia viaja para Lyon
Slavia viaja para Lyon©Pavel Jiřík

Lyon - Slavia Praga
Outro jogo entre uma equipa com um registo imaculado nos quartos-de-final – o Lyon venceu seis em seis – e outra, o Slavia, que atinge esta fase pela primeira vez. Outra estreia é o facto das campeãs francesas jogarem a primeira mão no novíssimo Stade de Lyon depois de terem disputados muitos jogos europeus perante grandes assistências no velho Stade de Gerland.

Enquanto para o Lyon, qualquer outro resultado que não seja ganhar o troféu será decepcionante, ter chegado aos quartos-de-final foi um grande sucesso para o Slavia, que imitou a proeza alcançada pelo Sparta Praga em 2005/06.

Paris espera fazer a dobradinha na UEFA Champions League
Paris espera fazer a dobradinha na UEFA Champions League©Anthony Massardi/Moustic Prod

Barcelona - Paris Saint-Germain
Dois dos três clubes que aspiram vencer em femininos e masculinos a UEFA Champions League vão estar frente a frente e ainda que o Barcelona seja favorito em repetir o triunfo em masculinos, na versão feminina não o é. A portuguesa Andreia Norton, lesionada, deverá ficar de fora na recepção ao Paris.

Vice-campeão no ano passado, o Paris contratou Kenza Dali e Rosana para reforçar uma equipa já assim formidável. A sua única derrota na corrente época foi por 5-0, em Lyon, em Setembro, tendo empatado no mês passado em Paris, na segunda volta, por 0-0. 

Topo