Women's Champions League: a história até ao momento

A primeira mão dos quartos-de-final realiza-se na quarta-feira, com o Frankfurt presente pela décima vez, enquanto Slavia Praga e Brescia são estreantes: o UEFA.com apresenta um guia completo.

O Stade de Lyon vai receber o seu primeiro jogo de futebol feminino, com a visita do Slavia na quarta-feira
O Stade de Lyon vai receber o seu primeiro jogo de futebol feminino, com a visita do Slavia na quarta-feira ©AFP

Quartos-de-final (23 e 30 de Março)
Wolfsburgo (GER) - Brescia (ITA)
Rosengård (SWE) - Frankfurt (GER, campeão)
Lyon (FRA) - Slavia Praga (CZE)
Barcelona (ESP) - Paris (FRA)

Meias-finais (23/24 de Abril e 30 de Abril/1 de Maio)
1
Lyon ou Slavia Praga - Barcelona ou Paris
2
Wolfsburgo ou Brescia - Rosengård ou Frankfurt

Final (26 de Maio, Stadio Città del Tricolore, Reggio Emilia)
Vencedor meia-final 2 - Vencedor meia-final 1

2015: Frankfurt vence final
2015: Frankfurt vence final

Wolfsburgo: registo nos QF 3-0, posição actual no campeonato 2º
Brescia: estreia nos quartos-de-final, posição actual no campeonato 1º

Frankfurt: registo nos QF 7-2, posição actual no campeonato 3º
Rosengård: registo nos QF 1-3, época terminada

Salomé Elisor é novidade no Lyon
Salomé Elisor é novidade no Lyon©Icon Sport

Lyon: registo nos QF 6-0, posição actual no campeonato 1º
Slavia Praga: estreia nos quartos-de-final, posição actual no campeonato 2º

Barcelona: registo nos QF 0-1, posição actual no campeonato 2º
Paris: registo nos QF 1-0, posição actual no campeonato 2º

Melhor marcadora (incluindo fase de qualificação): Ebere Orji (Ferencváros) 9
Melhor marcadora (apenas fase a eliminar): Ada Hegerberg (Lyon) 8
Mais assistências: Kateřina Svitková (Slavia Praga), Kerstin van de Ven (Rosengård) 5
Registo perfeito (quatro vitórias): Lyon, Rosengård
Mais golos marcados: Lyon 18
Menos golos sofridos: Brescia, Lyon, Paris, Wolfsburgo 1
Maior assistência: Twente - Barcelona (primeira mão dos oitavos-de-final) 15.637

Anja Mittag
Anja Mittag©Eric Baledent/Moustic Prod
  • Recordistas

Anja Mittag marcou três golos pelo Paris, seu novo clube, para se tornar na melhor marcadora de sempre da competição, com 49, mais um do que Conny Pohlers; também se pode tornar na primeira a atingir a meia centena, caso marque na quarta-feira. Marta, do Rosengård, já conta com cinco e ocupa o terceiro posto, com 46.

Frankfurt (na primeira mão dos 16 avos-de-final, frente ao Standard) e Lyon (na segunda mão dos oitavos-de-final, frente ao Atlético) tornaram-se nas primeiras equipas a alcançarem 50 vitórias nas competições femininas de clubes da UEFA.

• A goleada do Lyon sobre o Atlético, por 6-0, permitiu-lhe ficar com mais dois golos do que o Potsdam como equipa mais concretizadora de sempre, com 238 golos (em 65 jogos, nos quais sofreu apenas 25).

• Se o Frankfurt chegar à final iguala o registo do Arsenal, com 79 jogos nas competições femininas de clubes da UEFA.

• O Frankfurt venceu o sexto desempate por grandes penalidades na história do torneio, frente ao Kvinner, por 5-4, nos oitavos-de-final. Tornou-se assim na única equipa a ganhar e perder um desempate nas competições femininas de clubes da UEFA, depois de ter sido eliminado pelo Umeå nas meias-finais de 2003.

• Apenas pela segunda vez um país contou com três participantes na mesma edição: a Alemanha (igualando um feito que já lhe pertencia, de 2009/10). Tal como nessa temporada, o Bayern manteve o estatuto de única equipa da Frauen Bundesliga a não ganhar a competição, tornando-se na primeira do seu país a perder nos 16 avos-de-final, frente ao Twente.

  • Reencontros nos quartos-de-final

2011/12
Quartos-de-final: Rosengård 1-0/0-3 Frankfurt (total: 1-3)

2003/04
Meias-finais: Rosengård 0-0, 1-4 Frankfurt (total: 1-4)
(resultados do Rosengård quando ainda se chamava Malmö)

Topo