Potsdam sem problemas, Konak em vantagem

Antigo vencedor da prova, o Potsdam venceu fora por 5-0, com Malmö, Neulengbach e o estreante Konak a somarem também triunfos na conclusão da primeira mão dos 16 avos-de-final.

As jogadoras do Konak festejam um dos dois golos com que bateram o Unia
As jogadoras do Konak festejam um dos dois golos com que bateram o Unia ©TFF

Duas vezes vencedor da prova, o 1. FFC Turbine Potsdam registou a maior vitória do dia, um triunfo por 5-0 no terreno do MTK Hungária FC, na conclusão dos encontros da primeira mão dos 16 avos-de-final da UEFA Women's Champions League.

Ao chegar aos quatro golos de vantagem em apenas 34 minutos, a formação alemã chegou a ameaçar igualar o registo obtido na véspera pelo rival e actual detentor do troféu, o VfL Wolfsburg, que quarta-feira havia batido por 14-0 o Pärnu JK, da Estónia, mas abrandou o ritmo após o intervalo.

FCR Malmö e SV Neulengbach também venceram fora de portas, enquanto o Konak Belediyesi deu seguimento à sua impressionante campanha de estreia na prova com um triunfo pela margem mínima na recepção ao RTP Unia Racibórz. As outras 12 partidas da primeira mão tinham sido realizadas quarta-feira e os jogos da segunda mão estão agendados para a próxima semana, sendo já conhecido o sorteio dos oitavos-de-final.

LSK Kvinner FK 1-3 FCR Malmö
Depois de terem ganho vantagem por intermédio de Therese Sjögran, as campeãs suecas responderam bem após verem Emilie Haavi restabelecer a igualdade aos 42 minutos, voltando à liderança do marcador ainda antes do intervalo, fruto de um golo de Manon Melis. A ponta-de-lança suíça Ramona Bachmann assinou o 3-1 final, tornando ainda mais difícil a tarefa do LSK para a segunda mão de abrindo caminho a um provável embate com o Wolfsburgo nos oitavos-de-final.

MTK Hungária FC 0-5 1. FFC Turbine Potsdam
O Potsdam parece destinado a reencontrar nos oitavos-de-final o Olympique Lyonnais, seu adversário nas finais de 2010 e 2011, que na véspera ganhou 4-0 em casa do FC Twente. Maren Mjelde inaugurou o marcador aos 11 minutos e antes do intervalo a vantagem da turma germânica ia já nos 4-0, graças a golos de Nataša Andonova, Stephanie Draws e Lisa Evans, internacional escocesa que fecharia a contagem no segundo tempo, a quinze minutos do apito final.

Apollon Limassol LFC 1-2 SV Neulengbach
O Apollon colocou em campo as suas várias contratações norte-americanas e ainda a ponta-de-lança inglesa Lianne Sanderson, mas viu-se derrotado por dois golos de Nina Burger, agora quinta na lista de melhores marcadoras de sempre da competição, com 35 remates certeiros. As actuais campeãs austríacas criaram várias oportunidades de golo em rápidos contra-ataques e Burger abriu o activo logo aos 13 minutos, ´na sequência de um erro defensivo das anfitriãs.

A guarda-redes do Apollon, Michelle Betos, foi mantendo a desvantagem da sua equipa na margem mínima mas, depois de Liliana Kostova cabecear ao lado após cruzamento de Sanderson, o 2-0 acabou mesmo por surgir, estavam decorridos 69 minutos de jogo. Jasmyne Spencer saltou, de seguida, do banco para dar o melhor seguimento a um cruzamento de Sinead Farrelly, já perto do apito final, e dar assim ainda algum alento às cipriotas.

Konak Belediyesi 2-1 RTP Unia Racibórz
O Konak, a primeira formação turca a atingir esta fase da competição, vai partir com uma escassa vantagem para o decisivo encontro da segunda mão, na Polónia. Cosmina Duşa foi a estrela das anfitriãs, apontando o primeiro golo aos nove minutos e fazendo a assistência para o segundo, assinado por Sevgi Çınar, à passagem da meia-hora. Marta Mika respondeu para o Unia ainda antes do intervalo, num bom remate de fora da área. O vencedor desta eliminatória encontrará, nos oitavos-de-final, o Apollon ou o Neulengbach.

Topo