O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Resumo da Women's Champions League: Wolfsburgo e Juventus apurados, Chelsea cai

O Wolfsburgo derrotou o Chelsea por 4-0 e afastou as finalistas vencidas de 2021, seguindo em frente, tal como a Juventus, numa noite em que Paris e Real Madrid também ganharam.

As jogadoras do Wolfsburgo festejam o apuramento
As jogadoras do Wolfsburgo festejam o apuramento DeFodi Images via Getty Images

A primeira fase de grupos da UEFA Women's Champions League terminou com estrondo, com o Wolfsburgo, duas vezes vencedor da prova, a derrotar o Chelsea por 4-0 e apurar-se às custas das finalistas vencidas de 2021. A Juventus venceu o Servette e também garantiu uma vaga nos quartos-de-final pela primeira vez na sua história, enquanto Paris Saint-Germain e Real Madrid vão para o sorteio de segunda-feira com triunfos confortáveis.

O UEFA.com resume-lhe toda a acção.

Resultados


Clique em qualquer resultado para recordar como tudo se passou em cada encontro; os resumos de todos os jogos estarão disponíveis a partir da meia-noite do local onde se encontrar.

Grupo A

Resumo: Wolfsburgo 4-0 Chelsea
Resumo: Wolfsburgo 4-0 Chelsea

Wolfsburgo 4-0 Chelsea

Para seguir em frente, o Wolfsburgo precisava de ganhar por pelo menos dois golos de diferença de forma a ultrapassar o Chelsea na classificação, partindo do princípio que a Juventus também ganhava.

O Wolfsburgo cedo se mostrou determinado a desforrar-se quer da derrota ante a formação londrina nos quartos-de-final da edição anterior, quer do empate 3-3 na Jornada 1, num jogo em que esteve a vencer até bem perto do fim. Aos 23 minutos já as germânicas venciam por 2-0, graças a um bis da sua capitã, Svenja Huth. Tabea Wassmuth fez o terceiro e a 12 minutos do fim também bisou, acabando com quaisquer dúvidas que pudessem restar.

No outro jogo do grupo a Juve também ganhou, pelo que as três equipas terminaram com 11 pontos, mas no confronto a três o Chelsea acabou por ficar pelo caminho. O Wolfsburgo vai assim para a sua décima presença consecutiva nos quartos-de-final.

Resumo: Juventus 4-0 Servette FCCF
Resumo: Juventus 4-0 Servette FCCF

Juventus 4-0 Servette

A Juventus, por seu lado, fez história no seu próprio estádio, que será o palco da final de Maio, e passou aos quartos-de-final pela primeira vez. Ciente de que uma vitória selaria o apuramento independentemente do que sucedesse no outro jogo, na Alemanha, a Juve marcou cedo, por Lina Hurtig, com um excelente remate de primeira, aos 12 minutos.

Girelli marcou, depois, por duas vezes de penálti, antes de Agnese Bonfantini fechar a contagem já nos descontos. Apesar da vitória, a Juventus viu-se ultrapassada pelo Wolfsburgo no desempate a três que envolveu também o Chelsea, mas o segundo lugar chega para garantir o apuramento. Já o Servette, que surpreendeu ao eliminar o Glasgow City para chegar a esta fase de prova, despediu-se sem qualquer ponto somado.

Grupo B

Resumo: Paris 6-0 Breidablik
Resumo: Paris 6-0 Breidablik

Paris Saint-Germain 6-0 Breidablik

O Paris selou sem grandes dificuldades o primeiro lugar no Grupo B sem qualquer golo sofrido num num ruidoso Stade Jean Bouin. Um fantástico remate de Ramona Bachmann e um cabeceamento certeiro de Jordyn Huitema deixaram o Paris com uma vantagem confortável ao intervalo, antes de Kadidiatou Diani marcar o melhor golo da noite com um remate desferido ainda antes do meio-campo.

Um golo de Sandy Baltimore, uma grande penalidade convertida por Luana e novo golo de Huitema fecharam a goleada, com o Paris a anular sempre sem grandes problemas os ataques esporádicos do Breidablik. As parisienses fecharam o grupo com 25 golos no seu grupo, mais um do que o máximo fixado pelo Barcelona na véspera.

Resumo: Real Madrid 3-0 Kharkiv
Resumo: Real Madrid 3-0 Kharkiv

Real Madrid 3-0 WFC Kharkiv

Dois golos de bola parada abriram caminho a um triunfo fácil das madrilenas, segundas classificadas do grupo. Babett Peter abriu o marcador, na recarga a um primeiro cabeceamento, na sequência de um livre cobrado por Teresa Abelleira.

Depois, Maite Oroz fez o segundo no seguimento de um pontapé de canto bem trabalhado, com um excelente remate. Esther González fechou a contagem já nos descontos. À excepção dos golos, os lances de perigosos escassearam junto das duas balizas, com o Real já garantido no segundo lugar e o Kharkiv no terceiro.