O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão da fase de grupos da UEFA Women's Champions League: Benfica - Bayern

A primeira equipa portuguesa a atingir os oitavos-de-final desta competição em qualquer formato inicia o Grupo D frente ao semifinalista da época passada.

O Benfica  festeja um golo na qualificação
O Benfica festeja um golo na qualificação Getty Images

O Benfica, primeira equipa portuguesa a atingir os oitavos-de-final desta competição em qualquer formato, inicia a jornada do Grupo D frente ao semifinalista da época passada.

A formação de Lisboa, que conquistou o seu primeiro título do Campeonato Nacional Feminino na temporada transacta, afastou os campeões de Israel (Qiryat-Gat) e do Luxemburgo (Racing FC) por 4-0 e 7-0, respectivamente, na Ronda 1 de qualificação, antes de levar a melhor sobre o Twente, vencedor da Eredivisie, por 5-1 no total (1-1 f, 4-0 c).

O percurso do do Benfica na época passada – na campanha de estreia – terminou nos oitavos-de-final diante do mais tarde finalista vencido Chelsea: 8-0 no conjunto das duas mãos (0-5 c, 0-3 f).

Os "blues" também afastaram o Bayern nas meias-finais da última UEFA Women's Champions League, com a equipa de Emma Hayes a anular uma derrota por 2-1 na primeira mão vencendo no total por 5-3.

Jens Scheuer guiou a formação de Munique à conquista do seu quarto título na Frauen-Bundesliga em 2020/21, interrompendo assim o reinado de quatro anos do Wolfsburgo.

Cobertura em directo


Jogadoras a seguir: Benfica

Novo formato da Women’s Champions League explicado
Novo formato da Women’s Champions League explicado

Cloé Lacasse

O impressionante "hat-trick" da jogadora de 28 anos frente ao campeão holandês Twente ajudou a garantir o Benfica como o primeiro representante de Portugal a atingir os oitavos-de-final desta competição pela primeira vez sob em qualquer formato.

A avançada canadiana está na sua terceira temporada no clube, isto depois de ter jogado anteriormente na Islândia ao serviço do ÍBV, pelo qual conquistou a Taça da Islândia em 2017, num jogo em que abriu o marcador na vitória por 3-2, após prolongamento, sobre o Stjarnan.

Os 16 golos da atacante na época passada foram essenciais para o Benfica conquistar o seu primeiro título no Campeonato Nacional Feminino, marca que incluiu quatro golos no triunfo por 7-0 sobre o Torreense, a 17 de Janeiro.

Em 2019, Cloé recebeu a cidadania islandesa depois de passar quatro anos a jogar futebol no país.

Francisca Nazareth

A jovem de 18 anos assinou três tentos na qualificação, incluindo por duas vezes na vitória por 7-0 sobre o Racing, na Ronda 1, a 21 de Agosto.

Marcou também 11 golos na segunda fase do Campeonato Nacional Feminino da época passada, incluindo um "hat-trick" depois de sair do banco na vitória por 7-0 sobre o Condeixa, a 16 de Maio.

A atacante nascida em Lisboa, conhecida como “Kika”, estreou-se aos 16 anos, tendo assinado o primeiro contrato profissional com o clube em Outubro de 2020.

Internacional por Portugal, Kika jogou sob as ordens da actual treinadora, Filipa Patão, nas camadas jovens do clube e estreou-se pela selecção no início de 2020.

Sílvia Rebelo

A defesa foi nomeada a primeira capitã do clube depois de chegar proveniente do Braga, no Verão de 2018.

Actualmente com 32 anos, conduziu a equipa à promoção na histórica campanha de 2018/19, época em que conquistou igualmente a Taça de Portugal. Seguiu-se mais um troféu um ano depois, na Taça da Liga, ao qual juntou o título inaugural da primeira divisão.

A capitã iniciou a sua carreira na Fundação Laura Santos, combinando o futebol com o trabalho na lavandaria do clube de Moimenta da Serra.

A internacional portuguesa, que se estreou pela selecção sénior em 2008 e representou Portugal no UEFA Women's Euro 2017, somou a 100ª internacionalização pelo seu país em Outubro do ano passado.

Jogadoras a seguir: Bayern

Saki Kumagai

A centrocampista de 30 anos ingressou no Bayern em Maio após oito temporadas no Lyon, pelo qual conquistou o título da Liga francesa nas primeiras sete campanhas no clube.

Kumagai, que também pode alinhar na defesa, venceu cinco vezes a UEFA Women's Champions League pelo Lyon, equipa dominadora na competição de 2016 a 2020, tendo convertendo as suas tentativas nos desempates por penáltis das finais de 2016 e 2017.

A internacional japonesa, que é capitã da selecção do seu país, marcou igualmente o pontapé decisivo no desempate vitorioso do Japão contra os Estados Unidos na final do Campeonato do Mundo Feminino de 2011, depois de ter jogado todos os minutos no torneio desse ano.

Começou a jogar no Urawa Reds, de Saitama, a sua terra natal, antes de iniciar a carreira europeia nos alemães do Frankfurt em 2011, tendo feito parte da equipa que foi finalista vencida da UEFA Women’s Champions League de 2012 diante do Lyon, o seu futuro clube.

Sydney Lohmann

A jogadora de 21 anos marcou dez golos na Frauen-Bundesliga na campanha em que o Bayern quebrou o domínio do Wolfsburgo na primeira divisão alemã em 2020/21 e apenas ficou atrás de Lea Schüller (16).

Melhor marcadora do Bayern nesta competição na época passada, com quatro tentos em quatro jogos, Lohmann passou pelos escalões de formação do Bayern após ter chegado proveniente do Fürstenfeldbruck e estreou-se pela equipa sénior bávara com Março de 2017.

Com 50 internacionalizações pela Alemanha a todos os níveis, fez parte da equipa que venceu o Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 de 2016 e 2017 com vitórias sobre a Espanha em ambas as ocasiões. 

Lea Schüller

A jogadora de 23 anos mudou-se para o Bayern antes de vencer a Frauen-Bundesliga em 2020/21 e após passar sete anos no SGS Essen, o seu primeiro clube.

Melhor marcadora da equipa de Munique no campeonato da época passada, Schüller marcou 16 golos e três deles aconteceram num triunfo por 7-0 sobre o Bremen, em Fevereiro.

Estreou-se na liga ao serviço do Essen em Dezembro de 2013, poucas semanas após fazer 16 anos.

Internacional alemã, assinou 19 golos pelo seu país, incluindo um no Campeonato do Mundo Feminino de 2019, antes de ser eliminava nos quartos-de-final pela Suécia.

Estatísticas

Os cinco melhores golos da UEFA Women's Champions League 2020/21
Os cinco melhores golos da UEFA Women's Champions League 2020/21

• O Benfica perdeu apenas dois dos últimos oito jogos na UEFA Women's Champions League (V5 E1 D2)

• O Benfica venceu três e empatou um dos últimos quatro jogos na UEFA Women's Champions League esta época, com 26 golos marcados e apenas um sofrido

• O Benfica marcou quatro ou mais golos em três dos últimos quatro jogos nesta edição da UEFA Women's Champions League

• O Bayern venceu nove dos últimos 11 jogos na UEFA Women's Champions League (V9 D2)

• O Bayern não empatou nenhum dos últimos 16 jogos na UEFA Women's Champions League O último empate na competição, 1-1, aconteceu em Março de 2019 contra o Slávia Praga

• O Bayern marcou sempre nas derradeiras 11 partidas da UEFA Women's Champions League

Fase de grupos: saiba tudo