O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Antevisão da Women's Champions League: Paris - Barcelona

O Paris Saint-Germain eliminou o Lyon e enfrenta agora um Barcelona a viver uma época fantástica.

 Sandy Baltimore teve um papel preponderante no domingo quando o Paris eliminou o Lyon
Sandy Baltimore teve um papel preponderante no domingo quando o Paris eliminou o Lyon UEFA via Getty Images

No domingo passado, o Paris Saint-Germain pôs fim ao reinado de cinco anos do Lyon como detentor da UEFA Women's Champions League, mas agora enfrenta uma equipa do Barcelona muito motivada e que caiu nas meias-finais há quatro anos, precisamente diante do emblema da capital francesa.

Confira o guia de forma de ambas as equipas, os "onzes" prováveis e as declarações dos protagonistas.

Conheça os semifinalistas

Quartos-de-final de 2020: Atlético 0-1 Barcelona
Quartos-de-final de 2020: Atlético 0-1 Barcelona

Guia de forma

Paris Saint-Germain

Últimos seis jogos: VVVDVV
Último jogo: Lyon 1-2 Paris Saint-Germain (segunda mão dos quartos-de-final da UEFA Women's Champions League), 18/04
Situação: 1º na Division 1 Féminine

Barcelona

Últimos seis jogos: VVVDVV
Último jogo: Barcelona 6-1 Granadilla Tenerife, 20/04
Situação: 1º na Primera División, quartos-de-final da Taça de Espanha

Equipas prováveis

Paris: Endler; Lawrence, Paredes, Dudek, Morroni; Däbritz, Formiga, Geyoro; Baltimore, Katoto, Diani

Barcelona: Paños; Torrejón, Pereira, León, Ouahabi; Bonmati, Hamraoui, Putellas; Graham Hansen, Hermoso, Caldentey

Declarações

Olivier Echouafni, treinador do Paris: "Comparo esta equipa [do Barcelona] à masculina do Barça de há dez ou 12 anos, com Xavi e Iniesta, com muita mobilidade e técnica. Estou maravilhado com este estilo, com o que Lluís Cortés colocou em prática nesta equipa, na qual há grandes individualidades. Estou a pensar na [Caroline] Graham Hansen, uma grande jogadora, na [Alexia] Putellas, que comanda o jogo, na Jenni Hermoso, na Kheira Hamraoui e assim por diante."

Lluís Cortés, treinador do Barcelona: "Sabemos que o Paris tem uma grande força física, um ritmo de jogo muito alto, muita velocidade. Serão dois jogos muito exigentes, diferentes de todos os que disputamos no campeonato. Ambos vemos uma oportunidade única de chegar à final da Champions League e vencê-la."