Novo formato da Women’s Champions League com fase de grupos: como vai funcionar

Uma fase de grupos com 16 equipas, marketing centralizado e TV será introduzido a partir de 2021/22.

Novo formato da UWCL explicado

Um novo formato para a UEFA Women’s Champions League será introduzido a partir de 2021/22, incluindo uma fase de grupos com 16 equipas, marketing centralizado e transmissões televisivas.

A alteração foi acordada esta quarta-feira pelo Comité Executivo da UEFA, em Nyon, como primeira medida directa da estratégia da UEFA para o futebol feminino, intitulada #TimeForAction, que pretende duplicar o alcance e valor da UEFA Women’s Champions League.

Esta mudança significa um aumento de 20 por cento no número de jogos, ou de 39 por cento se excluirmos a primeira fase de qualificação, disputada sob a forma de mini-torneios, e dá ao torneio mais jogos competitivos e um aumento na visibilidade e qualidade. O novo formato foi desenvolvido pela UEFA em estreita colaboração com os clubes e a Associação Europeia de Clubes, e pretende fixar um novo padrão para uma competição internacional de clubes no futebol feminino.

Principais mudanças

  • Os oitavos-de-final serão substituídos por uma fase de grupos, com quatro grupos de quatro equipas, com jogos em casa e fora. Os dois primeiros classificados apuram-se para os quartos-de-final.
  • Neste momento, apenas a final tem direito a marketing centralizado por parte da UEFA, com as equipas anfitriãs a serem responsáveis por esse aspecto em todas as fases anteriores da competição. No novo formato e acordo, os direitos media serão centralizados da fase de grupos em diante, com a UEFA responsável pela produção de cada jogo para transmissão televisiva ou online. Os direitos de patrocínio serão parcialmente centralizados a partir da fase de grupos para os parceiros da UEFA no futebol feminino.
  • Na sua primeira época, oito dias de jogos da competição (dois na Ronda 2, quatro na fase de grupos e as duas mãos dos quartos-de-final) serão agendados por forma a que não colidam com jogos de outras importantes competições futebolísticas.
  • Os seis países melhor classificados (segundo os coeficientes de clubes femininos no início da época anterior, isto é, o Verão de 2020 para 2021/22) terão direito a três participantes e os países classificados entre o sétimo e o 16º lugar contarão com dois. Os restantes países têm a possibilidade de ter uma equipa, que continua a ser o campeão nacional, não se registando alterações neste aspecto.
  • A fase de grupos será precedida por duas rondas, divididas em caminho dos campeões e caminho das ligas (tal como acontece na UEFA Champions League), para garantir que pelo menos dez países estarão representados na fase de grupos.
  • A Ronda 1 será disputada no formato de mini-torneio a eliminar, com meias-finais, jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar e final, ao passo que a Ronda 2 é disputada a duas mãos, em casa e fora.
Lyon recordista com seis títulos
Lyon recordista com seis títulos

Formato competitivo

Todos os exemplos baseados em 50 federações fornecerem equipas para a edição 2019/20

Participantes

Fase de entrada: Fase de grupos

Em princípio, o detentor do título e o campeão de cada um dos três países melhor classificados.

Fase de entrada: Ronda 2

Caminho dos campeões: O campeão dos países classificados entre o 4º e o 6º lugar.

Caminho das ligas: O segundo classificado dos países classificados entre o 1º e o 6º lugar.

Fase de entrada: Ronda 1

Caminho dos campeões: O campeão dos países classificados do 7º lugar para baixo.

Caminho das ligas: O segundo classificado dos países classificados do 7 ao 16º lugar e o terceiro classificado dos países classificados do 1º ao 6º lugar.

Caminho dos campeões

Ronda 1 (Agosto)

• O campeão do país que entre nesta fase será sorteado para um mini-torneio a eliminar.

• O mini-torneio será disputado com uma meia-final a uma mão, um jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar e uma final.

• O vencedor de cada final apura-se para a Ronda 2.

Ronda 2 (Agosto/Setembro)

• O campeão dos países classificados entre o 4º e o 6º lugar e os vencedores da Ronda 1 vão competir no caminho dos campeões da Ronda 2, com jogos em casa e fora.

• Sete equipas do caminho dos campeões apuram-se para a fase de grupos.

Os dez melhores golos na #UWCL 2018/19
Os dez melhores golos na #UWCL 2018/19

Caminho das Ligas

Ronda 1 (Agosto)

• O terceiro classificado dos países entre o 1º e 6º lugar e o segundo classificado dos países entre o 7º e 16º lugar serão sorteados em quatro mini-torneios a eliminar.

• O mini-torneio será disputado com uma meia-final a uma mão, um jogo de atribuição do terceiro e quarto lugar e uma final.

• Os vencedores da final apuram-se para a Ronda 2.

Ronda 2 (Agosto/Setembro)

• Os vencedores da Ronda 1 e o segundo classificado dos países classificados entre o 1º e o 6º lugar vão competir no caminho das ligas da Ronda 2, com jogos em casa e fora.

• Cinco equipas do caminho das ligas apuram-se para a fase de grupos.

Os melhores golos na final da UEFA Women's Champions League
Os melhores golos na final da UEFA Women's Champions League

Fase de grupos (Outubro, Novembro, Dezembro)

• Os vencedores da Ronda 2 juntam-se às equipas que entram nesta fase (o detentor do título e o campeão dos países classificados entre o 1º e o 3º lugar)

• As 16 equipas serão sorteadas em quatro grupos de quatro.

• As equipas defrontam-se em casa e fora, num total de seis jornadas.

• Os dois primeiros classificados de cada grupo apuram-se para os quartos-de-final.

Fase a eliminar (Março, Abril, Maio)

• O formato permanecerá inalterado: quartos-de-final e meias-finais a duas mãos e final a um só jogo. Em princípio, o jogo decisivo será disputado no fim-de-semana anterior à final da UEFA Champions League.

Formatos anteriors

Taça UEFA Feminina (2001/02 a 2008/09)

• Um participante de cada país mais o detentor do título. Algumas equipas apuravam-se directamente para a segunda eliminatória.

• Primeira eliminatória: a eliminar em 2001/02; mini-torneio a eliminar a partir de 2002/03.

• Mini-torneios na segunda eliminatória.

• Fase a eliminar: quartos-de-final em diante (duas mãos).

• Final: a um só jogo em 2001/02; a duas mãos a partir de 2002/03.

UEFA Women’s Champions League (2009/10 a 2020/21)

• Dois participantes para certos países (os oito melhores classificados a partir de 2009/10; os 12 melhores classificados desde 2016/17), o campeão dos restantes países e o detentor do título. Algumas equipas apuravam-se directamente para os 16 avos-de-final.

• Fase de qualificação disputada sob o formato de mini-torneio.

• Eliminatória a duas mãos dos 16 avos-de-final até às meias-finais inclusive.

• Final a um só jogo: entre 2010 e 2018 disputada em princípio na quinta-feira antes da final da UEFA Champions League; de 2019 em diante disputada numa cidade diferente e no fim-de-semana anterior.

Topo