O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Nulo entre Potsdam e Wolfsburgo

1. FFC Turbine Potsdam 0-0 VfL Wolfsburg
O embate alemão nas "meias" foi equilibrado e as decisões ficam adiadas para a segunda mão.

Lena Goessling (à esquerda) e Genoveva Añonma, atacante do Potsdam, disputam a bola
Lena Goessling (à esquerda) e Genoveva Añonma, atacante do Potsdam, disputam a bola ©Sascha Pfeiler/Girlsplay.de

O campeão VfL Wolfsburg conquistou um empate merecido frente ao 1. FFC Turbine Potsdam, no embate alemão das meias-finais da UEFA Women's Champions League.

As visitantes criaram as melhores oportunidades ao longo do jogo, mas não conseguiram marcar um golo fora de casa que poderia revelar-se decisivo, uma falta de eficácia que poderá ser comprometedora para o reencontro marcado dentro de oito dias no VfL-Stadion. O Potsdam, de Bernd Schröder, também criou perigo e as líderes da Bundesliga mantém as aspirações de conquistar o terceiro título europeu.

Os primeiros minutos foram disputados de forma cautelosa. A equipa da casa foi a primeira a rematar à baliza, mas Almuth Schult desviou o remate de primeira de Pauline Bremer aos sete minutos, antes de Julia Simic desferir um forte disparo que passou a rasar o ferro do Potsdam.

Com o decorrer do encontro, o Wolfsburgo conseguiu equilibrar o jogo. Ann-Katrin Berger teve muito trabalho na baliza da equipa da casa, defendendo inteligentemente um remate de Martina Müller, para poucos segundo depois negar o golo à capitã Nadine Kessler. As visitantes aumentaram a pressão, com Nilla Fischer a cabecear ao lado e Alexandra Popp a rematar com muito perigo.

Popp parecia em condições de inaugurar o marcador, quando recebeu um passe prefeito de Kessler no final do primeiro tempo, mas o remate saiu ligeiramente ao lado do alvo.

O Potsdam não se remeteu a defesa e Luisa Wensing desviou um cabeceamento de Ada Hegerberg sobre a linha de baliza do Wolfsburgo nos instantes finais da metade inicial. Ralf Kellermann conseguiu que o Wolfsburgo voltasse a pressionar após o reinício, mas Bremer desviou um remate de Verena Faisst que parecia levar selo de golo.

Kellermann queria chegar à vitória e a 20 minutos do final lançou em jogo Conny Pohlers, a melhor marcadora de sempre da prova, mas ambas as equipas podiam ter marcado. Simic e Antonia Göransson, que começou como suplente do Potsdam, falharam o alvo por pouco, enquanto Berger teve de se esticar ao máximo para desviar um disparo de Kessler em tempo de compensação e deixar o marcador em branco para o encontro da segunda mão.