O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Problemas nos joelhos forçam adeus de White

Vic Akers, antigo treinador técnico do Arsenal, admitiu que "vai demorar muito tempo até se encontrar outra jogadora como ela", na sequência do anúncio da despedida de Faye White aos relvados.

Faye White colocou um ponto final na sua carreira de futebolista
Faye White colocou um ponto final na sua carreira de futebolista ©The FA via Getty Images

Faye White, antiga capitã da selecção de Inglaterra e do Arsenal LFC,  anunciou o adeus aos relvados.

White, de 35 anos, somou 90 internacionalizações pela selecção principal do seu país antes de se retirar dos palcos internacionais, em Abril do último ano, altura em que anunciou estar à espera do seu primeiro filho. Agora, porém, vê um problema num joelho impedi-la de regressar, também, ao futebol a nível de clubes.

"Mesmo tendo recuperado alguma forma física depois de ter tido o meu filho, os meus joelhos não me permitem que faça o que fazia antes", declarou White. "Continuava a ter vontade de jogar, o resto do meu corpo era capaz de o fazer, mas os joelhos não."

White, embaixadora da final da edição desta temporada da UEFA Women's Champions League, que vai ter lugar em Stamford Bridge, deverá continuar ligada ao Arsenal como responsável pelo departamento de marketing. Vic Akers, seu antigo treinador no Arsenal, teceu rasgados elogios a White, através do "site" oficial do clube: "Ela é uma líder natural. Sempre teve uma excelente atitude e continua a ter. Creio que vai demorar algum tempo até que encontremos outra jogadora como ela."

Na sua primeira temporada ao serviço do Arsenal, White viu o clube conquistar o seu primeiro de 12 títulos de campeão inglês de futebol feminino que agora soma e em 2006/07 ajudou a formação londrina a conquistar a Taça UEFA Feminina. White estreou-se pela selecção principal de Inglaterra quando ainda jogava no seu anterior clube, o Three Bridges LFC, e esteve nas fases finais de três Campeonatos da Europa e dois Campeonatos do Mundo.