O "site" oficial do futebol europeu

Retrospectiva do ARJ Macedónia - Portugal

Publicado: sexta-feira, 23 de Junho de 2017, 8.00CET
Portugal dominou os seis confrontos anteriores frente à ARJ Macedónia e vai tentar obter nova vitória para tentar terminar o Grupo B da melhor forma.
Retrospectiva do ARJ Macedónia - Portugal
Tiago Ilori apontou o único golo do último jogo entre Portugal e a ARJ Macedónia ©Getty Images
Publicado: sexta-feira, 23 de Junho de 2017, 8.00CET

Retrospectiva do ARJ Macedónia - Portugal

Portugal dominou os seis confrontos anteriores frente à ARJ Macedónia e vai tentar obter nova vitória para tentar terminar o Grupo B da melhor forma.

Portugal dominou os seis confrontos anteriores frente à ARJ Macedónia e vai tentar obter nova vitória para terminar da melhor forma o Grupo B.

Confrontos anteriores
• Este é o sétimo confronto oficial entre ambos os países nos Sub-21: Portugal ganhou cinco dos seis jogos.

• Portugal venceu os dois encontros de qualificação para a fase final de 2015: por 2-0 em casa graças a golos madrugadores na segunda parte de Bernardo Silva (51) e Ricardo Esgaio (59pen). Gonçalo Paciência falhou uma grande penalidade por Portugal aos 66 minutos.

• As equipas que alinharam no Estádio Cidade de Barcelos, em Barcelos, a 5 de Março de 2014, foram as seguintes:
Portugal: José Sá, Rúben Vezo, Paulo Oliveira, Luís Martins, Ricardo Esgaio, Luís Gustavo, João Mário, Bernardo Silva (Marcos Lopes 68), Carlos Mané (Ricardo 35), André Gomes (Sérgio Oliveira 77), Gonçalo Paciência.
ARJ Macedónia: Dimitrievski, Ristovski (Radeski 55), Alioski, Zajkov, Blaževski, Micevski (Velkoski 61), Dorian Babunski (Gjurgjevic 80), David Babunski, Trajkovski, Aškovski, Musliu.

• Dois meses depois, um tento solitário de Tiago Ilori, aos 64 minutos, revelou-se suficiente para Portugal vencer fora a ARJ Macedónia. Esgaio desperdiçou uma grande penalidade, mas a formação de Rui Jorge prevaleceu na mesma e confirmou o apuramento no "play-off".

• As equipas no jogo na Arena Filipe II, em Skopje, a 23 de Maio de 2014 foram:
ARJ Macedónia: Dimitrievski, Toševski, Damchevski, Blaževski, Zajkov, Radeski (Markoski 46), Micevski, Dorian Babunski (Simonovski 61), Nikolov, Aškovski, Velkoski (Gjurgjevic 64).
Portugal: José Sá, Ricardo Esgaio, Tiago Ilori, Paulo Oliveira, Raphäel Guerreiro, Luís Gustavo (Carlos Mané 57), João Mário, Bernardo Silva, Ricardo (Tozé 75), André Gomes, Ivan Cavaleiro (Gonçalo Paciência 46).

• Portugal também ganhou em casa, por 3-1, na fase de grupos de apuramento para a fase final de 2011. O jogo anterior entre ambos os países, em Prilep, terminou 1-1 e foi a única vez em que a ARJ Macedónia evitou a derrota contra Portugal.

• Os portugueses conseguiram igualmente dois triunfos na qualificação para a fase final de 2004: ganharam por 1-0 em casa antes de vencerem fora por 4-1.

• Portugal defrontou a ARJ Macedónia em duas qualificações para o Campeonato da Europa de Sub-19 da UEFA, tendo ganho por 3-1 na ronda de elite de 2005/06 e por 3-0 na ronda de qualificação de 2009/10.

Retrospectiva do jogo

ARJ Macedónia
• Esta é a primeira fase final da UEFA para a qual se qualificou a ARJ Macedónia, pois disputou o EURO Feminino Sub-19 de 2010 como anfitriã.

• No apuramento para esta fase final, a ARJ Macedónia amealhou 21 pontos no Grupo 3, um ponto à frente da França. Conseguiu seis vitórias e três empates em dez partidas; os 13 golos apontados foram o menor número de entre todos os apurados para a prova na Polónia.

Portugal
• Portugal perdeu a final de 2015 frente à Suécia na primeira participação na fase final do torneio desde 2007. Foi também finalista vencido em 1994, terceiro classificado em 2004, chegou aos quartos-de-final em 1996 e ficou-se pela fase de grupos em 2002, 2006 (como anfitrião) e 2007.

• Na qualificação para 2017, Portugal venceu oito e empatou dois dos dez jogos realizados no Grupo 4, o qual terminou com cinco pontos de vantagem no topo da classificação. Os 34 golos marcados apenas ficaram atrás dos 35 conseguidos pela Alemanha.

Ligações de treinadores e jogadores

• Edgar Ié foi colega de David Babunski no Barcelona B entre 2013 e 2015.

Perfil dos treinadores

Blagoja Milevski, ARJ Macedónia
Defesa cujo percurso de jogador passou praticamente por três décadas, Milevski começou e acabou a carreira no Vardar, tendo pelo meio jogado na Grécia, na Eslovénia – onde ganhou a taça com o Maribor em 1994 –, na Turquia e em Israel. Campeão da Macedónia em 2009 pelo FK Makedonija, retirou-se 12 meses depois e tornou-se treinador adjunto no Vardar, em 2011.

Assumiu o cargo de técnico principal no ano seguinte. Sagrou-se campeão e venceu a Supertaça em 2013, tendo sido nomeado Treinador do Ano no país – galardão que voltou a vencer em 2016. Chegou ao comando dos Sub-21 em Setembro de 2014.

Rui Jorge, Portugal
Defesa-esquerdo internacional por Portugal em 44 ocasiões, Rui Jorge participou no UEFA EURO 2000 e 2004, bem como no Mundial 2002. Venceu sete títulos da Liga portuguesa e três Taças de Portugal divididos por Porto e Sporting. Retirou-se após jogar no Belenenses, clube no qual iniciou a carreira de treinador na equipa Sub-19.

Nomeado seleccionador de Portugal no final de 2010, não conseguiu a qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA de 2013, mas levou depois o conjunto lusitano até à final da edição de 2015, perdida para a Suécia no desempate por grandes penalidades. Também foi o treinador de Portugal nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, prova em que chegou aos quartos-de-final.

Última actualização: 23-06-17 17.22CET

https://pt.uefa.com/under21/season=2017/matches/round=2000645/match=2021147/prematch/background/index.html#factos+arj+macedonia+portugal