O "site" oficial do futebol europeu

Todas as reacções: Portugal 1-1 Suécia

Publicado: Quinta-feira, 25 de Junho de 2015
Sorrisos e palavras de satisfação não faltaram nos seleccionadores e nos jogadores de Portugal e da Suécia, com Rui Jorge a dizer: "Estamos onde queríamos estar."
por Ashby Kevin e Nuno Tavares
de City Stadium
 

Estatísticas dos jogos

PortugalSuécia

Golos marcados1
 
1
Total de tentativas15
 
9
Remates à baliza5
 
5
Remates para fora5
 
4
Remates defendidos5
 
0
nos postes0
 
0
Cantos6
 
1
Foras-de-jogo2
 
4
Cartões amarelos1
 
1
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas10
 
13
Faltas sofridas13
 
9

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 30/11/2017 15:07 CET
Publicado: Quinta-feira, 25 de Junho de 2015

Todas as reacções: Portugal 1-1 Suécia

Sorrisos e palavras de satisfação não faltaram nos seleccionadores e nos jogadores de Portugal e da Suécia, com Rui Jorge a dizer: "Estamos onde queríamos estar."

Rui Jorge, seleccionador de Portugal
Penso que nos primeiros 20 minutos do jogos podíamos ter conseguido uma vantagem no marcador ou até mesmo um resultado confortável. Não conseguimos marcar, mas acho que jogámos muito bem na primeira parte. Tivemos muitos momentos de grande qualidade durante esse período. A segunda parte foi mais equilibrada e eu tinha falado com os jogadores antes do encontro sobre o facto de a equipa da Suécia ser muito perigosa nos últimos minutos dos jogos. Quando essa recta final chegou eles praticaram um futebol mais directo. Eles ultrapassaram o "play-off" com um golo obtido exactamente dessa forma. Estávamos preparados para esse aspecto do jogo deles, de tentar marcar um golo tardio. Acabámos por conseguir um bom resultado, que é muito positivo para nós.

Agora esperamos mais do mesmo contra a Alemanha nas meias-finais. Ainda não tivemos nenhum jogo fácil no torneio até ao momento e isso não vai mudar contra uma equipa que tem uma enorme qualidade. Estamos cada vez mais perto da final e isso significa que tudo se torna mais difícil para nós e para qualquer equipa ainda em prova.

Nunca assumimos que somos os favoritos a vencer o torneio e não o devemos fazer porque não é a realidade. Já tentei várias vezes dizer que, na minha opinião, as equipas que aqui estão são todas muito equilibradas. Não há favoritos aqui, apenas jogos que podem correr bem ou correr mal. Estamos onde queríamos estar e estamos preparados para tudo o que ainda está para vir.

Gonçalo Paciência, marcador do golo de Portugal
Foi fantástico marcar o meu primeiro golo pela equipa de Sub-21 e logo num jogo tão importante como este, sendo que foi ainda mais importante para nós porque estávamos numa fase em que o jogo estava perigoso. Na altura estávamos empatados e isso era perigoso. A Suécia já tinha ameaçado fazer isto nos seus últimos jogos e não é uma coincidência o facto de se terem conseguido qualificar para o torneio precisamente através de um golo quase a acabar o jogo. Estávamos cientes dessa situação e felizmente conseguimos aguentar um resultado que nos permitiu atingir o nosso objectivo. Quero dar os parabéns à Suécia pelo seu apuramento, já que penso que mereceram seguir em frente.

O jogo entre Portugal e Germany vai ser quase uma final antecipada. Eles têm uma grande equipa, mas nós também temos um fantástico grupo de jogadores que trabalha arduamente todos os dias.

Simon Tibbling, autor do golo da Suécia
Foi o momento de maior orgulho da minha vida, o melhor momento da minha carreira porque não marco muitos golos. Sabíamos que Portugal é uma grande equipa, talvez a melhor da competição, mas conseguimos o ponto que precisávamos para nos apurarmos para as meias-finais, o que é perfeito para nós. Defrontámos há cerca de dez dias a Dinamarca e não jogámos tão bem quanto podíamos, mas empatámos. Todos vão estar ansiosos pelo jogo e estamos muito, muito contentes.

Håkan Ericson, seleccionador da Suécia
É fantástico. É um sonho e um objectivo que tinha há muito tempo para esta equipa. Na primeira vez que nos encontrámos, há dois anos e meio, dissemos que juntos iríamos tentar fazer um bom EURO e agora que estamos aqui é incrível. Tínhamos um plano, uma estratégia, de que se tivéssemos que marcar um golo nos últimos minutos iríamos à luta e é já a segunda vez que isto aconteceu.

Não imaginava, há um ou dois meses, que poderia defrontar a Dinamarca… Jogámos contra eles na nossa última partida [de preparação] antes do torneio, pelo que sabemos a forma como jogam, mas eles também conhecem a forma como jogamos, o que é muito interessante.

Última actualização: 25-06-15 11.11CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2015/matches/round=2000408/match=2015379/postmatch/quotes/index.html#reaccoes