O "site" oficial do futebol europeu

Itália nas meias-finais com recorde

Publicado: Sábado, 8 de Junho de 2013, 22.20CET
Itália 4-0 Israel
Ajudada pela expulsão de Eyal Golasa, a Itália alcançou a maior vitória numa fase final de Sub-21 e apurou-se para as meias-finais.
por Tom Kell
de Estádio Bloomfield
Itália nas meias-finais com recorde
Riccardo Saponara é abraçado após inaugurar o marcador para a Itália ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

ItáliaIsrael

Golos marcados4
 
0
Remates à baliza10
 
0
Remates para fora5
 
1
Cantos6
 
6
Faltas cometidas16
 
14
Cartões amarelos1
 
0
Cartões Vermelhos0
1

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 30/11/2017 15:07 CET
Publicado: Sábado, 8 de Junho de 2013, 22.20CET

Itália nas meias-finais com recorde

Itália 4-0 Israel
Ajudada pela expulsão de Eyal Golasa, a Itália alcançou a maior vitória numa fase final de Sub-21 e apurou-se para as meias-finais.

A Itália tornou-se na primeira equipa a alcançar as meias-finais do Campeonato da Europa Sub-21, graças a uma vitória recorde sobre Israel, por 4-0.

A equipa de Devis Mangia teve muitas dificuldades na sua primeira vitória, frente a Inglaterra, mas desta feita teve a tarefa mais facilitada em Jaffa. O regressado Riccardo Saponara desempenhou um papel fundamental ao longo de toda a partida, inaugurando o marcador aos 18 minutos.

Depois da expulsão de Eyal Golasa, foi a vez de Manolo Gabbiadini ganhar protagonismo, facturando dois golos, antes de Alessandro Florenzi encerrar a contagem. Esses golos garantiram o triunfo transalpino mais dilatado numa fase final Sub-21, que em duas ocasiões tinha ganho por 3-0 – em 1994 e 2004 – tendo conquistado o troféu em ambas.

Admirador confesso do antigo treinador da selecção principal, Arrigo Sacchi, Mangia parece ter imposto a sua própria versão de Calcio Total, se tivermos em atenção a exibição da sua equipa na primeira parte. Apesar de ter sido dominada no que à posse de bola diz respeito, Israel foi objectiva mas frustrada na fase inicial, com Alon Turgeman, por duas vezes, a não conseguir dominar a bola, só com o guarda-redes Francesco Bardi pela frente.

A precisão e instinto que tanta falta fazia a Israel foram por demais evidentes no outro extremo do campo. Apesar de Lorenzo Insigne – mais tarde substituído, por lesão – ter sido frustrado pela intervenção de Boris Kleyman, o guardião do Hapoel Tel-Aviv FC rapidamente estava a ir buscar a bola ao fundo da sua baliza. Insigne efectuou o cruzamento, Ciro Immobile fez a simulação e Saponara concluiu o lance com frieza.

©Getty Images

Manolo Gabbiadini recebe os aplausos dos colegas

Enquanto a expulsão de Golasa tornou a tarefa dos anfitriões do torneio complicada, o segundo tento italiano deixou-os em pior situação. Apesar de Kleyman ter sido vigoroso para negar o golo a Gabbiadini, à passagem dos 60 minutos, o No11 italiano rapidamente levou a melhor, com um remate certeiro à entrada da área.

Igualmente vistoso foi o livre do avançado da Juventus, aos 53 minutos, a fazer o terceiro da sua equipa. Por esta altura, a formação de Guy Luzon estava remetida ao seu meio-campo, com Florenzi a selar o resultado final após passar a bola por entre as pernas de um adversário, a 19 minutos do fim.

Israel precisa de bater a Inglaterra na terça-feira para ainda ter hipóteses de apuramento, enquanto a Itália garante o primeiro lugar desde que não perca com a Noruega.

Última actualização: 12-06-13 1.01CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2013/matches/round=2000188/match=2010949/postmatch/report/index.html#italia+meias+finais