O "site" oficial do futebol europeu

Magia de Insigne dá vitória à Itália sobre a Inglaterra

Publicado: Quarta-feira, 5 de Junho de 2013, 22.25CET
Inglaterra 0-1 Itália
Lorenzo Insigne terminou com a série de nove vitórias seguidas da Inglaterra sem sofrer golos através de um soberbo livre directo.
por Tom Kell
de Estádio Bloomfield
Magia de Insigne dá vitória à Itália sobre a Inglaterra
Lorenzo Insigne coroou a sua boa exibição com o golo da vitória da Itália ©Sportsfile

Estatísticas dos jogos

InglaterraItália

Golos marcados0
1
Remates à baliza3
 
2
Remates para fora4
 
10
Cantos1
 
6
Faltas cometidas16
 
15
Cartões amarelos2
 
2
Cartões Vermelhos0
 
0

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 30/11/2017 15:07 CET
Publicado: Quarta-feira, 5 de Junho de 2013, 22.25CET

Magia de Insigne dá vitória à Itália sobre a Inglaterra

Inglaterra 0-1 Itália
Lorenzo Insigne terminou com a série de nove vitórias seguidas da Inglaterra sem sofrer golos através de um soberbo livre directo.

A Inglaterra esteve 889 minutos sem sofrer golos, mas foi surpreendida de forma espectacular pela Itália, que assumiu a liderança isolada do Grupo A do Campeonato da Europa de Sub-21.

Lorenzo Insigne, que só falhou um jogo da Serie A numa época em que ajudou a SSC Napoli a ficar no segundo lugar, foi o autor do disparo fulminante que abateu a Inglaterra, na marcação de um livre que não deu hipóteses de defesa a Jack Butland. A equipa de Stuart Pearce não conseguiu reagir e vai chegar ao encontro de sábado com a Noruega no último lugar do grupo, enquanto a Itália defronta Israel com a noção que um triunfo sobre a equipa da casa vale a passagem às meias-finais.

A Inglaterra criou a primeira oportunidade do jogo, mas Connor Wickham rematou à figura do guarda-redes Francesco Bardi. O golo de Insigne foi uma justa recompensa pela exibição do atacante e de toda a selecção italiana. O pequeno Nº 10, que brilhou durante todo o encontro com excelentes passes e boas desmarcações, rematou ao lado a meio do primeiro tempo, tendo ficado ainda mais perto do golo, pouco depois, após uma boa tabela com Ciro Immobile.

Foi Immobile que criou a primeira situação de perigo da equipa de Devis Mangia, ganhando em velocidade ao defesa-esquerdo inglês, Jack Robinson, e levando a bola a passar muito perto da baliza defendida por Butland. O guarda-redes de Inglaterra teve muito mais trabalho do que Bardi, que viveu o único pequeno susto do primeiro tempo quando Jason Lowe tentou a sorte de longa distância.

A Inglaterra, dinamizada pela dupla do Liverpool FC constituída por Jonjo Shelvey e Jordan Henderson, entrou melhor no segundo tempo. No entanto, a Itália foi sempre mais objectiva no ataque e esteve perto de ganhar vantagem quando Fabio Borini surgiu a cabecear ao segundo poste, mas Butland conseguiu desviar.

Borini voltou a estar em destaque quando recuperou a bola após um mau alívio dos ingleses, mas depois faltou-lhe o controlo de bola que os seus colegas demonstraram durante todo o encontro. Marco Verratti começou a mostrar toda a sua qualidade técnica, tentando surpreender a defesa adversária com passes inteligentes ou na cobrança de uma falta. No entanto, parecia que a Itália iria ficar em branco, o mesmo destino dos últimos nove adversários da Inglaterra. Insigne tinha outros planos e a 11 minutos do final teve o ponto alto de uma exibição maravilhosa.

Henderson esteve perto de conseguir a resposta perfeita, ao cair do pano, também na marcação de um livre, mas Bardi esteve à altura e garantiu que a Itália vai chegar ao encontro com Israel, marcado para o fim-de-semana, com a motivação em alta.

Última actualização: 08-06-13 1.00CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2013/matches/round=2000188/match=2010946/postmatch/report/index.html#italia+trava+inglaterra