Meias-finais - 22-06-2011 - 21:00CET (21:00 Hora local) - Herning Stadion - Herning
1-0
Suíça vence no prolongamento  

Suíça - Rep. Checa 1-0 - 22-06-2011 - Página do jogo - Europeu Sub-21 2011

O "site" oficial do futebol europeu

Mehmedi coloca Suíça na final do EURO Sub-21

Publicado: Quarta-feira, 22 de Junho de 2011, 23.45CET
O golo de Admir Mehmedi, na segunda parte do prolongamento, ajudou a Suíça a vencer a República Checa por 1-0 e a apurar-se para a sua primeira final de um Europeu de Sub-21.
por Simon Hart
de Herning Stadion
Mehmedi coloca Suíça na final do EURO Sub-21
Admir Mehmedi fez o golo decisivo ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

SuíçaRep. Checa

Golos marcados1
 
0
Remates à baliza3
 
3
Remates para fora9
 
6
Cantos8
 
3
Faltas cometidas20
 
40
Cartões amarelos2
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0

Classificação

Publicado: Quarta-feira, 22 de Junho de 2011, 23.45CET

Mehmedi coloca Suíça na final do EURO Sub-21

O golo de Admir Mehmedi, na segunda parte do prolongamento, ajudou a Suíça a vencer a República Checa por 1-0 e a apurar-se para a sua primeira final de um Europeu de Sub-21.

Admir Mehmedi colocou a Suíça na primeira final de um Campeonato da Europa de Sub-21, já que o seu golo no prolongamento, em Herning, quebrou a resistência da República Checa e deu a vitória à sua equipa.

Mehmedi marcou aos 114 minutos e agendou a final de sábado entre Espanha e uma selecção suíça que não sofre golos há 390 minutos na Dinamarca. Foi uma forma espectacular de decidir um jogo com poucas ocasiões claras de golo, com o avançado, numa jogada individual, a ultrapassar Jan Chramosta e a disparar a 25 metros da baliza, de nada valendo a estirada de Tomáš Vaclík, com a bola a entrar junto ao canto inferior.

Antes disso, Xherdan Shaqiri tinha estado perto do golo, num remate ao poste, e ninguém conseguiu impedir a Suíça de somar a sua quarta vitória no torneio.

Shaqiri deu a conhecer as intenções suíças logo aos cinco minutos, quando pegou na bola no centro do terreno e rumou em direcção à defesa checa, ultrapassando Marek Suchý antes de rematar ao lado. Depois, o livre marcado rapidamente pelo criativo isolou Fabian Frei na esquerda da grande área, e o seu passe rasteiro quase foi transformado em autogolo por Ondřej Mazuch.

No entanto, essas ocasiões madrugadoras não se vieram a confirmar. A retaguarda suíça tinha passado a fase de grupos sem sofrer golos, enquanto os checos foram a segunda equipa mais batida das que se apuraram para as meias-finais, num jogo renhido onde sobressaiu o trabalho defensivo.

O treinador checo Jakub Dovalil manteve a aposta em Libor Kozák como único avançado, ignorando os feitos dos suplentes Jan Chramosta e Tomáš Pekhart frente à Inglaterra. No entanto o número 9 pouco serviço mostrou. Os checos ameaçaram apenas por duas vezes antes do intervalo, com Ondřej Čelůstka a cabecear ao lado após canto marcado, antes de Bořek falhar o alvo com um remate rasteiro.

O intervalo chegou sem que nenhum dos guarda-redes tivesse efectuado uma intervenção digna de registo, e Kozák não perdeu tempo em contrariar as estatísticas logo após o recomeço, rematando ao lado depois de desmarcado pelo passe longo de Dočkal para as costas da defensiva contrária.

Mas essa foi a derradeira contribuição de Kozák na partida, com Pekhart a entrar para o seu lugar aos 63 minutos. O esguio avançado rapidamente ajudou a criar perigo, amortecendo um cruzamento de Milan Černý para Vácha, mas o remate deste, a alinhar como lateral-direito no regresso à equipa depois de cumprir castigo, não conseguiu incomodar Yann Sommer.

Na outra baliza, o defesa-central Philippe Koch subiu no terreno para efectuar alguns cruzamentos perigosos, o segundo cabeceado ao lado por Emeghara, apesar de ter sido assinalada falta contra a Suíça. E foi precisamente o conjunto helvético quem mais se aproximou do golo à medida que o tempo regulamentar se esgotava. O remate de Admir Mehmedi, de ângulo apertado, foi detido por Tomáš Vaclík, e aos 89 minutos Shaqiri disparou forte a 30 metros, com a bola a fugir ao alcance de Vaclík, sem acertar na baliza.

A Suíça manteve o domínio no início do prolongamento, com Vaclík a esticar a mão para roubar a bola a Emeghara. Os checos também ameaçaram, mas os jogadores suíços impediram o sucesso dos cabeceamentos de Chramosta e Čelůstka, para além de um remate de Černý, tudo numa rápida sucessão de acontecimentos.

Medmedi finalmente encontrou o caminho para o golo, e mais podiam ter-se seguido, com Mario Gavranović a ser negado por Vaclík, e Václav Kadlec a cabecear ao lado para uma equipa da República Checa que ainda pode ter o prémio de consolação de apurar-se para os jogos Olímpicos, no jogo de "play-off" frente à Bielorrússia, no sábado.

Última actualização: 27-03-13 4.00CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2011/matches/round=2000003/match=2003416/postmatch/report/index.html#suica+republica+checa