O "site" oficial do futebol europeu

Itália estraga festa à Suécia

Publicado: Sexta-feira, 19 de Junho de 2009, 22.00CET
Suécia 1-2 Itália
Mesmo com dez jogadores, por expulsão de Mario Balotelli, autor do tento inicial, os "azzurrini" conseguiram levar a melhor.
por Michael Harrold
de Olympia
Itália estraga festa à Suécia
Robert Acquafresca festeja o segundo tento italiano ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

SuéciaItália

Golos marcados1
 
2
Remates à baliza6
 
3
Remates para fora12
 
4
Cantos1
 
1
Faltas cometidas23
 
13
Cartões amarelos3
 
2
Cartões Vermelhos0
1

Classificação

Grupo A(País Anfitrião: Suécia)

EquipasJVEDGMGSDGPts
1Itália Itália21102114
2Suécia Suécia21016333
3Sérvia Sérvia20200002
4Bielorrússia Bielorrússia201115-41

Legenda:

J: Jogados   
V: Vitórias   
E: Empates   
D: Derrotas   
GM: Golos marcados   
GS: Golos sofridos   
DG: Diferença de golos   
Última actualização: 30/11/2017 14:53 CET
Publicado: Sexta-feira, 19 de Junho de 2009, 22.00CET

Itália estraga festa à Suécia

Suécia 1-2 Itália
Mesmo com dez jogadores, por expulsão de Mario Balotelli, autor do tento inicial, os "azzurrini" conseguiram levar a melhor.

A Itália deu um passo importante rumo às meias-finais ao vencer a Suécia, por 2-1, na segunda ronda do Grupo A, isto apesar de ter jogado quase uma hora em inferioridade numérica devido à expulsão de Mario Balotelli.

Acquafresca decisivo
O avançado do FC Internazionale Milano inaugurou o marcador a meio do primeiro tempo com um espectacular remate em arco, mas a sete minutos do intervalo pontapeou Pontus Wernbloom e viu o cartão vermelho directo. A Suécia pressionou no segundo tempo em busca do empate, mas não conseguiu impor a superioridade numérica, sofrendo mais um golo aos 53 minutos, quando Robert Acquafresca fez o 2-0 com um golpe de cabeça. Ola Toivonen marcou para os anfitriões nos últimos minutos, mas o vencedor já estava encontrado.

Suécia pressiona
Os adeptos suecos aproveitaram o facto de esta sexta-feira se comemorar a Véspera do Solstício de Verão para encherem o estádio, tentando que a equipa da casa continuasse na senda dos bons resultados, após a goleada por 5-1 imposta à Bielorrússia no jogo de abertura. Os nórdicos quase tiveram um início de sonho quando Salvatore Bocchetti fez um mau atraso e Marcus Berg, autor de um "hat-trick" frente aos bielorrussos, interceptou a bola e isolou-se. No entanto, o guarda-redes da Itália, Andrea Consigli, estava atento e saiu rapidamente da baliza, atrapalhando o avançado. A Suécia tomou a iniciativa e, momentos mais tarde, Mikael Lustig fez a bola passar muito perto do alvo com um cabeceamento. Consigli foi chamado a nova intervenção atenta aos 12 minutos, altura em que Rasmus Elm marcou um livre rasteiro e a bola tabelou num jogador no caminho para a baliza.

Balotelli marca
O seleccionador italiano, Pierluigi Casiraghi, manteve a aposta no tridente ofensivo constituído por Acquafresca, Sebastian Giovinco e Balotelli, sendo que os atacantes revelaram bom entendimento aos 18 minutos. Balotelli fez um passe de primeira para Giovinco, mas este lançou longo para Acquafresca. O aviso estava dado e cinco minutos mais tarde a Itália ganhou vantagem. Giovinco, que tem ganho protagonismo na equipa, fez um passe bombeado para a esquerda, Balotelli recebeu a bola e flectiu para o interior, rematando em arco sem dar hipóteses de defesa a Johan Dahlin.

Cartão vermelho
Giovinco ditava o ritmo do jogo e mostrou toda sua confiança quando tentou fazer um "chapéu" quase do círculo central, obrigando o guarda-redes Dahlin a recuar apressadamente, para ver a bola cair nas redes superiores da baliza, mas o domínio dos italianos foi de curta duração. O jogo foi bastante tenso e a sete minutos do intervalo, numa altura em que três suecos já tinham sido admoestados com cartões amarelos, Balotelli pontapeou Pontus Wernbloom e foi expulso.

Itália volta a marcar
A Suécia tinha estado em desvantagem nos três jogos anteriores e conseguiu sempre dar a volta ao resultado, mas a história parecia não querer repetir-se. Emir Bajrami fez a bola passar a rasar a trave italiana no final da primeira parte e Berg também esteve perto de marcar quando, após o intervalo, viu o esférico passar perto da linha de baliza. Apesar da pressão anfitriã, a Itália voltou a marcar. Giovinco ganhou um livre perto da bandeirola de canto e fez a bola chegar à cabeça de Acquafresca, tendo o melhor marcador dos "azzurrini" na qualificação feito o tento de cabeça ao poste mais distante.

Toivonen reduz
A Suécia nunca baixou os braços e Toivonen rematou por duas vezes ao lado do alvo, enquanto noutra jogada foi Consigli a responder bem a um remate rasteiro de Wernbloom. Os suecos apostaram em Labinot Harbuzi e Martin Olsson a meio do segundo tempo e Olsson esteve por duas vezes perto de marcar. A pressão dos anfitriões só deu resultado aos 88 minutos, quando Toivonen estabeleceu o resultado final, mas o golo surgiu já demasiado tarde. A Itália vai defrontar a Bielorrússia na terça-feira optimista em garantir a passagem às meias-finais, enquanto a Suécia está obrigada a dar tudo frente à Sérvia.

Última actualização: 27-09-14 5.27CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2009/matches/round=15086/match=304489/postmatch/report/index.html#italia+estraga+festa+suecia

Equipas

Suécia

Suécia

Itália

Itália

1
DahlinJohan Dahlin (GR)
1
ConsigliAndrea Consigli (GR)
Yellow Card90
2
LustigMikael Lustig
2
MottaMarco Motta (C)
Yellow Card72
3
BjärsmyrMattias Bjärsmyr (C)
3
AndreolliMarco Andreolli
4
BengtssonRasmus Bengtsson
4
CriscitoDomenico Criscito
5
JohanssonEmil Johansson
8
MarchisioClaudio Marchisio
Substitution89
7
ToivonenOla Toivonen
Yellow Card29
Goal89
9
AcquafrescaRobert Acquafresca
Goal53
Substitution76
9
BergMarcus Berg
Yellow Card76
10
GiovincoSebastian Giovinco
Substitution62
13
SvenssonGustav Svensson
Substitution66
11
De CegliePaolo De Ceglie
18
ElmRasmus Elm
15
BocchettiSalvatore Bocchetti
19
WernbloomPontus Wernbloom
Yellow Card37
20
BalotelliMario Balotelli
Goal23
Red Card38
20
BajramiEmir Bajrami
Substitution66
21
CigariniLuca Cigarini

suplentes

12
HanssonPär Hansson (GR)
12
SiriguSalvatore Sirigu (GR)
23
NordfeldtKristoffer Nordfeldt (GR)
22
SeculinAndrea Seculin (GR)
6
KarlssonPer Karlsson
5
MorosiniPiermario Morosini
8
LandgrenAndreas Landgren
6
MarzorattiLino Marzoratti
10
AvdicDenni Avdic
7
AbateIgnazio Abate
Substitution62
11
SöderRobin Söder
13
RanocchiaAndrea Ranocchia
Substitution76
14
MolinsGuillermo Molins
14
PisanoFrancesco Pisano
15
HarbuziLabinot Harbuzi
Substitution66
16
CandrevaAntonio Candreva
16
BengtssonPierre Bengtsson
17
PoliAndrea Poli
17
M. OlssonMartin Olsson
Substitution66
18
CerciAlessio Cerci
21
ÖzkanGabriel Özkan
19
PaloschiAlberto Paloschi
22
EkstrandJoel Ekstrand
23
DessenaDaniele Dessena
Substitution89

Treinador

Tommy Söderberg (SWE) Pierluigi Casiraghi (ITA)

Árbitro

Tony Chapron (FRA)

Árbitros assistentes

Alain Hoxha (AUT), Nissan Davidy (ISR)

Quarto árbitro

Claudio Circhetta (SUI)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição