Jogadores no EURO Sub-21 internacionais pela selecção principal

A quem deveremos estar atentos quando o EURO Sub-21 arrancar na Polónia? O UEFA.com apresenta-lhe os jogadores que somam já internacionalizações pela selecção principal do seu país.

©Getty Images

Grupo A

Inglaterra

Calum Chambers (Arsenal, 3 internacionalizações), James Ward-Prowse (Southampton, 1 internacionalização), Nathan Redmond (Southampton, 1 internacionalização)

Polónia

Paweł Dawidowicz (Bochum 1 internacionalização), Bartosz Kapustka (Leicester, 14 internacionalizações), Karol Linetty (Sampdória, 14 internacionalizações), Mariusz Stępiński (Nantes, 3 internacionalizações)

Eslováquia

Matúš Bero (Trabzonspor, 3 internacionalizações), Tomáš Huk (Dunajská Streda, 1 internacionalização), Adam Jakubech (Trnava, 1 internacionalização), Branislav Niňaj (Lokeren, 1 internacionalização), Albert Rusnák (Real Salt Lake, 3 internacionalizações), Pavol Šafranko (Dunajská Streda, 1 internacionalização), Milan Škriniar (Sampdória, 7 internacionalizações), Denis Vavro (Žilina, 1 internacionalização), Adam Zreľák (Jablonec, 2 internacionalizações)

Suécia

Franz Brorsson (Malmö, 1 internacionalização), Filip Dagerstål (Norrköping, 1 internacionalização), Gustav Engvall (Bristol City, emprestado ao Djurgården, 2 internacionalizações), Alexander Fransson (Basileia, 5 internacionalizações), Melker Hallberg (Kalmar, 2 internacionalizações), Pa Konate (Malmö, 3 internacionalizações), Jacob Une Larsson (Djurgården, 1 internacionalização), Adam Lundqvist (Elfsborg, 2 internacionalizações), Kerim Mrabti (Djurgården, 1 internacionalização), Joakim Nilsson (Elfsborg, 3 internacionalizações), Kristoffer Olsson (AIK, 1 internacionalização), Muamer Tanković (AZ, 1 internacionalização), Linus Wahlqvist (Norrköping, 5 internacionalizações)

Grupo B

ARJ Macedónia

Darko Velkovski (Vardar, 5 internacionalizações), Gjoko Zajkov (Charleroi, 1 internacionalização), Enis Bardi (Újpest, 6 internacionalizações), Kire Markoski (Rabotnicki, 2 internacionalizações), David Babunski (Yokohama, 9 internacionalizações), Marjan Radeski (Shkëndija, 7 internacionalizações), Boban Nikolov (Vardar, 3 internacionalizações), Nikola Gjorgjev (Grasshoppers, 5 internacionalizações)

Portugal

João Cancelo (Valência, 5 internacionalizações), Gonçado Guedes (Paris Saint-Germain, 2 internacionalizações), Rúben Neves (Porto, 2 internacionalizações), Renato Sanches (Bayern, 13 internacionalizações), Ricardo Horta (Braga, 1 internacionalização)

Sérvia

Andrija Živković (Benfica, 5 internacionalizações), Nemanja Maksimović (Astana, 3 internacionalizações), Marko Grujić (Liverpool, 3 internacionalizações)

Espanha

Marco Asensio (Real Madrid, 2 internacionalizações), Hector Bellerín (Arsenal, 3 internacionalizações), Gerard Deulofeu (Everton, 2 internacionalizações), Saúl Ñíguez (Atlético, 3 internacionalizações), Mikel Oyarzabal (Real Sociedad, 1 internacionalização), Denis Suárez (Barcelona, 1 internacionalização), Iñaki Williams (Athletic, 1 internacionalização)

Grupo C

República Checa

Antonín Barák (Slávia, 3 internacionalizações), Jakub Jankto (Udinese, 4 internacionalizações), Patrik Schick (Sampdória, 4 internacionalizações) Tomáš Souček (Slávia, 2 internacionalizações)

Dinamarca

Lucas Andersen (Grasshoppers, 3 internacionalizações)

Alemanha

Maximilian Arnold (Wolfsburgo, 1 internacionalização), Yannick Gerhardt (Wolfsburgo, 1 internacionalização), Serge Gnabry (Bremen*, 2 internacionalizações), Max Meyer (Schalke, 4 internacionalizações)

Itália

Federico Bernardeschi (Fiorentina, 9 internacionalizações), Gianluigi Donnarumma (Milan 4 internacionalizações), Roberto Gagliardini (Inter, 2 internacionalizações), Andrea Petagna (Atalanta, 2 internacionalização), Daniele Rugani (Juventus, 3 internacionalizações), Lorenzo Pellegrini (Sassuolo, 1 internacionalização) 

* Gnabry tem contrato com o Bremen até 30 de Junho e depois muda-se para o Bayern

Topo