Thiago lidera equipa dominada pela Espanha

O grupo técnico da UEFA elegeu 11 elementos da campeã Espanha, incluindo o melhor jogador Thiago Alcántara e Rodrigo, nos 23 escolhidos da equipa do EURO Sub-21, em Israel.

Onze jogadores da campeã Espanha foram eleitos pelo grupo técnico da UEFA para a equipa de 23 melhores do Campeonato da Europa de Sub-21, incluindo Thiago Alcántara, melhor jogador da competição.

Thiago, autor de um "hat-trick" na primeira parte da vitória por 4-2 da "la rojita" sobre a Itália, na final de terça-feira, em Jerusalém, e o guarda-redes David de Gea, que não consentiu golos até à final, figuram entre os eleitos pelo segundo torneio consecutivo. Ambos jogaram pela Espanha, em 2011, quando triunfou na Dinamarca.

Nove dos seus colegas foram escolhidos pela primeira vez, entre os quais o vencedor da Bota de Ouro adidas, com quatro golos, Álvaro Morata, e o seu colega no ataque, Rodrigo, o jogador do SL Benfica. Além de Thiago, Isco – autor de três golos na prova de Israel –, Asier Illarramendi e Koke viram reconhecido o seu labor na engrenagem da Espanha, tendo ainda sido escolhidos quatro defesas: Marc Bartra, Iñigo Martínez, Martín Montoya e Alberto Moreno.

A Itália, finalista vencida, contribuiu com quatro atletas para os eleitos – o guarda-redes Francesco Bardi, o capitão Luca Caldirola, o médio Marco Verrati e o atacante Fabio Borini, autor do golo que ditou a vitória sobre a Holanda, nas meias-finais, bem como o segundo tento da selecção "azzurrini" na final.

Os holandeses estão representados por Bruno Martins Indi, Adam Maher, Luuk de Jong e Georginio Wijnaldum, enquanto Ørjan Nyland e Stefan Strandberg estão também no lote dos 23 após terem ajudado a Noruega a chegar às meias-finais. Dois jogadores oriundos de selecções eliminadas na fase de grupos, Alan Dzagoev, da Rússia, e o capitão da Alemanha, Lewis Holtby, completam o grupo.

Da nomeação de Thiago para melhor jogador do torneio, o grupo técnico da UEFA disse: "Como capitão da selecção vencedora, Thiago demonstrou qualidades de liderança dentro e fora do campo, durante a competição, revelando-se uma figura influente no desempenho da sua equipa, no seu constante vai-e-vém; mostrou um excepcional controlo de bola mesmo nas situações mais apertadas; possui capacidade para marcar os ritmos de jogo; tem uma inteligente capacidade para, na antecipação em vez de no confronto, recuperar bolas; organizador de jogo de excepção possui uma variedade de recursos no passe longo e curto. Os três golos que marcou na final representam uma conquista individual única e uma recompensa para o seu trabalho em prol do sucesso da equipa."

Os membros do grupo técnico em Israel foram Jean-François Domergue (França), Peter Rudbæk (Dinamarca), Dany Ryser (Suíça) e Dušan Savić (Sérvia), liderados pelo director técnico da UEFA, Ioan Lupescu, com Mordechai Shpigler (do país anfitrião) a actuar como elemento de ligação ao Comité de Assistência Técnica e Desenvolvimento da UEFA.

Equipa do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013
Guarda-redes: Francesco Bardi (Itália), David De Gea (Espanha), Ørjan Nyland (Noruega).

Defenders: Marc Bartra (Espanha), Luca Caldirola (Itália), Iñigo Martínez (Espanha), Bruno Martins Indi (Holanda), Martín Montoya (Espanha), Alberto Moreno (Espanha), Stefan Strandberg (Noruega).

Midfielders: Alan Dzagoev (Rússia), Lewis Holtby (Alemanha), Asier Illarramendi (Espanha), Isco (Espanha), Koke (Espanha), Adam Maher (Holanda), Thiago Alcántara (Espanha), Marco Verratti (Itália).

Forwards: Fabio Borini (Itália), Luuk De Jong (Holanda), Álvaro Morata (Espanha), Rodrigo Moreno (Espanha), Georginio Wijnaldum (Holanda).

Topo