Manter acesa a esperança

Rui Jorge espera dificuldades mas quer capitalizar após a goleada (5-0) aplicada à República Moldava quando Portugal defrontar a Albânia, na segunda-feira, em Durres, no Grupo 6.

Os Sub-21 de Portugal jogam na Albânia esta segunda-feira
Os Sub-21 de Portugal jogam na Albânia esta segunda-feira ©Fedor Uspenski

O seleccionador dos Sub-21 de Portugal, Rui Jorge, quer capitalizar após a goleada de 5-0 aplicada à República Moldava quando a sua equipa defrontar a Albânia, na segunda-feira, em Durres.

Portugal ocupa o terceiro lugar do Grupo 6 de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013, em igualdade com a Polónia, ambas com sete pontos e a cinco da líder Rússia, numa altura em que estas três selecções têm quatro jogos disputados. E após o empate 1-1 com os polacos e a derrota em Moscovo, a vitória folgada sobre a Moldávia voltou a dar algum alento aos pupilos de Rui Jorge.

"Apesar dos resultados diante da Polónia e da Rússia não terem sido positivos, o moral nunca deixou de estar em bom nível. É evidente que o jogo com a Moldávia ajudou, porque as vitórias ajudam sempre a que equipa fique satisfeita", afirmou o técnico. "O futebol praticado, a entrega dos jogadores e a qualidade do jogo que temos conseguido colocar em campo é aquela que pretendemos, pois dá-nos alguma confiança e garantia."

Na semana passada, apenas um penalty apontado por Fedor Smolov a 16 minutos do fim permitiu aos russos saírem da Albânia com o registo 100 por cento vitorioso no agrupamento, pelo que Rui Jorge espera as mesmas dificuldades, nomeadamente por causa do estado do relvado. "O nosso estilo de jogo, a nossa circulação de bola – algo que utilizamos com frequência e alguma predominância – vai ser difícil de fazer no estado em que se encontra o terreno, mas iremos adaptar-nos com toda a certeza. Poderemos abdicar, em alguns momentos, dessa circulação que normalmente utilizamos e tentar, por outros meios, conseguir a vitória, aquilo que nos interessa."

Topo