Bielorrússia e Bósnia ficam-se pelo empate

Bielorrússia 1-1 Bósnia-Herzegovina A Alemanha segue isolada no topo do Grupo 1, depois da igualdade entre bielorrussos e bósnios.

Edin Višća (de azul), autor do golo da Bósnia, em acção pelo Željezničar
Edin Višća (de azul), autor do golo da Bósnia, em acção pelo Željezničar ©Fedja Krvavac

Nem Bósnia-Herzegovina nem Bielorrússia conseguiram juntar-se à Alemanha no topo da classificação do Grupo 1, com golos de Edin Višća e Igor Kuzmenok, ainda na primeira parte, a ditarem um empate no encontro entre ambas.

A selecção visitante entrou melhor no jogo e ganhou vantagem à passagem dos 15 minutos, por intermédio de Višća. Contudo, Kuzmenok, de cabeça, restabeleceu o empate para os bielorrussos apenas dois minutos mais tarde e, após o intervalo, nenhuma das equipas conseguiu marcar um golo que lhe garantisse a conquista dos três pontos.

Motivada pela vitória sobre San Marino na ronda inaugural do Grupo 1, a Bósnia entrou muito bem no encontro, com Miroslav Stevanović a ficar muito perto de apontar o seu terceiro golo em dois jogos. Aos poucos, os homens da casa, orientados por Yuri Shukanov, reagiram e criaram, também eles, uma boa ocasião de golo, mas Mikhail Kravchuk cabeceou ao lado, na sequência de um cruzamento de Dimitri Khlebosolov.

Foram, contudo, os visitantes os primeiros a marcar, quando o irrequieto Stevanović serviu Višća, que já dentro da área bateu Filipp Voytekhovich. A Bielorrússia, porém, respondeu de imediato. Khlebosolov bateu na perfeição um livre e colocou a bola na cabeça de Kuzmenok, que fez o empate.

Os pupilos de Vlado Jagodić dispuseram depois, no segundo tempo, da melhor oportunidade para chegar à vitória, estavam decorridos 67 minutos, mas na sequência de uma jogada confusa na área bielorrussa, Muhamed Bešić rematou por cima. Višća, aos 86 minutos, marcou um pontapé de canto que quase oferecia a Nemanja Bilbija o segundo golo da turma forasteira, mas os defesas da selecção da casa afastaram o perigo.

A Bielorrússia vai agora receber a Alemanha, líder do grupo, a 6 de Setembro, enquanto a Bósnia apenas volta a jogar em Outubro, igualmente frente à selecção germânica.

Topo