O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Países Baixos 1-2 Alemanha: Bis de Wirtz vale lugar na final

Florian Wirtz marcou dois golos nos primeiros oito minutos e permitiu à Alemanha igualar um recorde com a presença na terceira final consecutiva.

Florian Wirtz (à direita) festeja depois de bisar pela Alemanha
Florian Wirtz (à direita) festeja depois de bisar pela Alemanha UEFA

Florian Wirtz marcou dois golos nos primeiros oito minutos - o primeiro foi o mais rápido na história do Campeonato da Europa de Sub-21 -, e permitiu à Alemanha igualar um recorde com a presença na terceira final consecutiva. Os alemães vão discutir o título com Portugal a partir das 20h00 (de Portugal Continental) de domingo, em Ljubljana.

Resumo: Países Baixos 1-2 Alemanha
Resumo: Países Baixos 1-2 Alemanha

O jogo em poucas palavras

Os alemães não podiam ter começado melhor, já que aos 29 segundos Lukas Nmecha subiu pela esquerda e cruzou de trivela para o golo de Florian Wirtz. O tento inaugural não mudou a atitude da equipa e do avançado, que aos oito minutos trabalhou bem à entrada da área e bateu Justin Bijlow com um remate cruzado.

A vantagem podia ter crescido ainda mais aos 20 minutos. Mergim Berisha marcou um livre de forma exemplar, mas a bola foi devolvida pelo poste. Os Países Baixos deram o primeiro sinal de vida aos 22 minutos, com Justin Kluivert a desmarcar-se na área, mas Finn Dahmen respondeu com uma boa defesa. Wirtz podia ter completado o "hat-trick" pouco depois da meia-hora mas Bijlow respondeu com uma boa defesa e o marcador ficou em 2-0 até ao intervalo.

Os Países Baixos regressaram mais organizados e com maior agressividade, mas foi Berisha que rematou por duas vezes ao ferro da baliza holandesa à passagem da hora de jogo. O defesa Perr Schuurs aproveitou um livre, aos 67 minutos, para subir à área alemã e reduzir para 2-1 com um remate colocado, golo que não impediu o triunfo da Alemanha.

Como tudo aconteceu

Reacções

Erwin van de Looi, seleccionador dos Países Baixos: “Estou desiludido com duas coisas: não chegámos à final e não atingimos o nível que era suposto. Os primeiros 20 minutos foram um desastre”.

Florian Wirtz, avançado da Alemanha: “O desempenho da equipa foi fantástico desde o primeiro minuto, todos os jogadores tiveram um papel importante. Entrámos ao ataque e impusemos o nosso jogo”.

Perr Schuurs reduziu para os Países Baixos
Perr Schuurs reduziu para os Países BaixosUEFA via Getty Images

Principais estatísticas

  • O golo inaugural de Wirtz aos 29 segundos é o mais rápido da história das fases finais de sub-21. O recorde anterior era de 41 segundos e pertencia a David Rozehnal da República Checa, frente a Itália, em 2002, também nas meias-finais.
  • Este golo foi o 500º da Alemanha nesta competição, incluindo as qualificações. A Espanha foi a primeira a atingir esta marca, na fase de grupos.
  • A Alemanha qualificou-se para a terceira final consecutiva, igualando o recorde estabelecido pela Itália entre 1992 e 1996.

Equipas

Países Baixos: Bijlow; Teze, Schuurs, Botman, Malacia; De Wit, Harroui (Matusiwa 46), Kadioglu (Sierhuis 68); Stengs (Dilrosun 58), Boadu, Kluivert

Alemanha: Dahmen; Baku, Pieper, Schlotterbeck, Raum; Dorsch, Maier (Stach 79), Wirtz (Adeyemi 69), Özcan (Janelt 69), Berisha (Jakobs 84); Nmecha (Burkardt 69)