O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Países Baixos - Alemanha: antevisão da meia-final Sub-21

A Alemanha ambiciona disputar a terceira final consecutiva, mas para isso terá de levar a melhor no reencontro com os Países Baixos.

UEFA

Os Países Baixos defrontam a Alemanha nas meias-finais do Campeonato da Europa Sub-21 da UEFA, em Székesfehérvár, na quinta-feira, dia 3 de Junho, às 20h00 (Portugal Continental).

Para bilhetes clique aqui. Também haverá bilheteiras no estádio.

Resumo

Pouco mais de dois meses após o empate a um golo na fase de grupos, em Székesfehérvár, onde Justin Kluivert inaugurou o marcador e Lukas Nmecha estabeleceu o resultado final, Países Baixos e Alemanha reencontram-se no mesmo estádio para lutar por um lugar na final. Ambas as equipas tiveram se sofrer nos quartos-de-final, com os Países Baixos a conseguirem a reviravolta frente à França, com dois golos de Myron Boadu, o segundo já em período de compensação, a valerem o triunfo por 2-1 em Budapeste. Já a Alemanha conseguiu empatar com a Dinamarca nos últimos minutos em Székesfehérvár, tendo voltado a recuperar depois de estar a perder no prolongamento e prevalecendo por 6-5 no desempate por penalties.

Resumo da fase de grupos: Alemanha 1-1 Países Baixos
Resumo da fase de grupos: Alemanha 1-1 Países Baixos

A Alemanha, que volta a contar com Niklas Dorsch após castigo, além dos recuperados Salih Özcan, Ismail Jakobs e Vitaly Janelt, está na quarta meia-final consecutiva e espera estar pela terceira vez seguida na final. Isso permitiria igualar o recorde que estabeleceu entre 1978 e 1982 e que mais tarde foi igualado pela Itália, entre 1992 e 1996. Os Países Baixos, que estão apenas na segunda meia-final depois das campanhas vitoriosas em 2006 e 2007, são a única equipa que ganhou na segunda-feira sem recurso a prolongamento.

Onde ver a meia-final

Os adeptos podem consultar aqui os parceiros locais de transmissão do EURO Sub-21 e detalhes da cobertura na UEFA.tv.

Caminho até às meias-finais

Resumo: Países Baixos 2-1 França
Resumo: Países Baixos 2-1 França

Países Baixos

Qualificação: Vencedor do Grupo 7, 9V 0E 1D 46GM 5GS
Vencedor do Grupo A: Roménia E1-1 (Budapeste), Alemanha E1-1 (Székesfehérvár), Hungria V6-1 (Székesfehérvár)
Quartos-de-final: França V2-1 (Budapeste)
Marcadores dos golos: Myron Boadu (3), Cody Gakpo* (2), Sven Botman (1), Brian Brobbey (1), Dani de Wit (1), Justin Kluivert (1), Perr Schuurs (1)

Conheça as equipas


Alemanha

Resumo: Dinamarca 2-2 Alemanha (5-6 pens)
Resumo: Dinamarca 2-2 Alemanha (5-6 pens)

Qualificação: Vencedor do Grupo 9, 6V 0E 2D 22GM 10GS
Segundo lugar no Grupo A: Hungria V3-0 (Székesfehérvár), Países Baixos E1-1 (Székesfehérvár), Roménia E0-0 (Budapeste)
Quartos-de-final: Dinamarca E2-2, V6-5GP (Székesfehérvár)
Marcadores dos golos
: Lukas Nmecha (3), Ridle Baku (2), Jonathan Burkardt (1)

*Não faz parte da equipa na fase a eliminar

Equipas prováveis

Todos os golos dos Países Baixos na fase de grupos
Todos os golos dos Países Baixos na fase de grupos

Países Baixos: Bijlow; Teze, Schuurs, Botman, Malacia; Harroui, De Wit, Kadioglu; Stengs, Boadu, Kluivert

Alemanha: Dahmen; Vagnoman, Pieper, Schlotterbeck, Raum; Dorsch, Maier; Baku, Wirtz, Berisha; Nmecha

Conheça as equipas

Países Baixos: A equipa de Erwin van de Looi joga em 4-3-3, com os laterais a tentarem atacar sempre que possível. O meio-campo a três é liderado pelo capitão Dani de Wit, que regressou à posição mais ofensiva que ocupou na fase de grupos. Os Países Baixos adaptaram-se bem a jogar sem Teun Koopmeiners e Cody Gakpo - que foram convocados para o UEFA EURO 2020 - assim como sem o extremo Noa Lang, e têm como principal arma o trio atacante formado por Calvin Stengs, Boadu e Kluivert.

Todos os golos da Alemanha na fase de grupos
Todos os golos da Alemanha na fase de grupos

Alemanha: Dominou grandes períodos do embate dos quartos-de-final frente à bem organizada Dinamarca, com o capitão Arne Maier a comandar o meio-campo e os defesas-laterais David Raum e Josha Vagnoman (que farão um teste físico antes do jogo para saberem se podem jogar) a ajudarem o jogo ofensivo. Nmecha é uma forte presença no ataque, com Florian Wirtz, de apenas 18 anos, a ser chamado para a fase a eliminar e a trazer criatividade à equipa. Ridle Baku foi importante nas alas durante a fase de grupos, enquanto Jonathan Burkardt saiu do banco para ser decisivo no duelo com os nórdicos.

Declarações

Erwin van de Looi, treinador dos Países Baixos: "Estou ansioso para o jogo. Restam quatro grandes selecções na competição e estamos felizes por fazer parte da prova nesta fase. Contudo, queremos mais do que isso. Faremos tudo o que pudermos para vencer. Testámos alguns sistemas diferentes, mas também temos que jogar com base nas nossas próprias forças, como fizemos contra a França".

Stefan Kuntz, seleccionador da Alemanha: "Os Países Baixos estão a viver uma fase de confiança e não mudam de acordo com os seus adversários. Claro que viram-se privados de jogadores importantes [promovidos à selecção principal], mas eliminaram a França, por isso não creio que a qualidade tenha caído muito."

Arne Maier, médio da Alemanha: "Espero ir defrontar uma equipa muito boa que bateu uma das favoritas, a França. Já jogámos contra eles, mas penso que vai ser um jogo diferente, isto porque os encontros a eliminar são sempre um pouco diferentes."